Dárcy Vera: ‘Não desista de fazer a diferença’

A prefeita de Ribeirão Preto comenta as dificuldades das mulheres na política e o caminho para superá-las. "As mulheres podem ter grandes sonhos, mas transformá-los em realidade é um ato de paciência e persistência."

09/03/2016

FacebookWhatsAppTwitter

Dárcy Vera, prefeita de Ribeirão Preto (SP)

Ser mulher na política não é fácil.  É preciso muita musculatura emocional para enfrentar os desafios diários. Infelizmente há um machismo muito forte enraizado no inconsciente de uma minoria de homens que quando disputa com mulheres qualquer cargo, e perde no voto, não se conforma e tenta o tempo inteiro descredibilizá-las. Eu vivo isso.

É preciso coragem para se candidatar, ousadia para disputar e ganhar na urna, é preciso persistência para governar. Falam do modelo da sua roupa, do corte de seu cabelo, mas não da sua competência, das suas obras e suas conquistas profissionais.

Mesmo assim, mergulhar de cabeça e fazer acontecer é o meu lema. O Dia Internacional da Mulher foi comemorado nesta terça-feira, 8 de março, mas temos que relembrar todos os dias. Vejo mulheres talentosas e competentes que fariam uma grande diferença na política, com seu conhecimento, que poderiam mudar a história da Humanidade, mas não o fazem porque se permitem o papel de coadjuvantes, quando na verdade deveriam ser protagonistas.

Temos que acordar todos os dias como personagem principal da nossa vida, sendo mãe, profissional, esposa ou amiga. Na política é assim. A intuição feminina é uma grande ferramenta de trabalho. As mulheres se envolvem mais com o dia a dia de forma direta com os problemas da cidade e da população. Atuam com o coração. São persistentes e não desistem de buscar caminhos para melhorar a qualidade de vida em sua cidade. Não existe facilidade. Ela tem o dom de fazer muita coisa ao mesmo tempo. Tem dinamismo. Se movimenta com agilidade. É multifuncional.

Muita coragem e persistência é preciso, ainda mais para participar ativamente da vida pública. Ser uma verdadeira fortaleza e ter pele de rinoceronte. As pancadas são doloridas e você precisa suportar e à todo momento provar sua capacidade. Fico cada vez mais motivada quando ouço um não. Isso significa um novo desafio para ser superado. As mulheres na política podem ter grandes sonhos, mas transformá-lo em realidade é um ato de paciência e persistência. Mas chegam lá. Fui de doméstica a prefeita. Isso significa que todas nós podemos. ACREDITE NA SUA CAPACIDADE. Não pare de lutar. Não desista de fazer a diferença. Faça você a diferença. Feliz Dia Internacional da Mulher!

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter