Convenção ​nacional do PSD ​confirma apoio à reeleição de Dilma

A convenção nacional do PSD realizada nesta quarta-feira (25) decidiu que o partido fará parte da coligação que apoiará a candidatura da presidenta Dilma Rousseff à reeleição. O apoio foi aprovado por 94,73% dos 114 convencionais que votaram. No final da convenção o partido lançou o Manifesto à Nação.  Veja como foi, minuto a minuto, a […]

25/06/2014

FacebookWhatsAppTwitter

A convenção nacional do PSD realizada nesta quarta-feira (25) decidiu que o partido fará parte da coligação que apoiará a candidatura da presidenta Dilma Rousseff à reeleição. O apoio foi aprovado por 94,73% dos 114 convencionais que votaram. No final da convenção o partido lançou o Manifesto à Nação.  Veja como foi, minuto a minuto, a convenção, que foi encerrada com a presença da presidenta Dilma Rousseff.

13h45 – Dilma encerra sua fala agradecendo ao apoio do PSD e de Gilberto Kassab, que declara encerrada a convenção.

13h43 – Dilma defendeu os investimentos feitos para a Copa do Mundo. “A Copa é um momento de reflexão para nós. Primeiro queremos ganhar a Copa e em segundo lugar temos que ter a autoestima de ter feito uma das melhores copas, a copa das copas. Isso aconteceu porque a grande maioria dos brasileiros pegou junto e construiu essa Copa”.

13h39 – A presidenta Dilma fala sobre os programas desenvolvidos pelo seu governo, destacando os resultados obtidos alcançados. Para ela, tudo o que foi feito pelo governo nos últimos anos comprova que o pessimismo de muitos não tem justificativa.

13h11 – Dilma diz que se sente “muito feliz e muito bem em estar aqui com vocês. Acredito que Kassab e o PSD vão exercer um papel muito virtuoso no cenário nacional nos próximos anos”.

13h10 – A presidenta diz que Kassab “é um homem que defende suas posições, é um homem de palavra, que cumpre compromissos. Isso é algo inegociável na politica, especialmente para quem exerce cargos públicos”.

13h09 – Para a presidente Dilma o PSD “é um partido que coloca uma questão importantíssima, que é a discussão de programas e projetos; por isso, é uma honra ter ao meu lado lideranças dessa qualidade, que se destacam no quadro partidário brasileiro, a exemplo do meu amigo Gilberto Kassab”.

13h06Dilma diz que tem muitos motivos para se alegrar e agradece o apoio do PSD. “O partido é uma das novidades mais promissoras da política brasileira e me alegra ter ao meu lado um partido que busca ampliar consensos, produzir entendimentos e buscar novas soluções enquanto muitos querem acirrar ânimos.”

12h55 –  A presidente Dilma Rousseff inicia sua fala cumprimentando a todos os presentes, em especial os integrantes do PSD, a quem agradece pelo apoio.

12h53 – Temer diz que a convenção reúne praticamente a nata da representação popular no Congresso e elogia a sabedoria política do PSD ao avaliar os resultados do governo Dilma e apoiar a busca de um segundo mandato para ela.

12h52 – Nesse momento, o vice-presidente Michel Temer inicia sua fala.

12h51 – Kassab encerra a leitura do Manifesto à Nação Brasileira e é aplaudido de pé pelo auditório.

12h38 – O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, inicia a leitura do Manifesto à Nação Brasileira.

12h37 – Afif diz que o resultado da convenção mostra que o PSD tem caráter e desmente todos que previam o abandono da candidatura Dilma. “Tenho certeza, presidente, que juntos chegaremos lá”.

12h36 – O ministro Afif fala sobre o documento que será lido por Kassab, que trata das propostas do partido para a coligação com o PT. “Tenho certeza que estamos semeando avanços importantes e que vamos colher juntos os resultados”, diz.

12h35 – Afif saúda os presentes e lembra  a sua identidade de propósitos com a presidente Dilma, na defesa dos microempreendedores no Brasil. Diz que ela deu a oportunidade de criar e desenvolver propostas para o ministério voltado aos micro batalhadores do Brasil.

12h31 – O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, destaca a importância de Guilherme Afif e Cláudio Lembo para a criação do PSD. Agradece também ao governador da Bahia, Jaques Wagner, e a Otto Alencar, além dos deputados baianos, pelo nascimento do PSD. Assim, pede a Afif que fale em nome de todos os fundadores do partido.

12h28 – O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, destaca o trabalho de Kassab na condução do processo hoje oficializado. Ele diz que Dilma tem sido uma parceira importante do estado de SC.

12h24 – Guilherme Campos diz que a convenção de hoje marca algo um pouco em desuso na sociedade, que é o cumprimento de compromissos. “Fomos o primeiro partido a apoiá-la (referindo-se à presidente Dilma Rousseff), antes mesmo de seu próprio partido, e ninguém acreditava que iríamos manter essa proposta. Agora fica claro em definitivo a nossa disposição”, disse o deputado. 

12h22 – O deputado Guilherme Campos fala em nome da bancada federal do partido. Saúda a todos os deputados federais presentes e pede uma salva de palmas a eles. 

12h15 – Nesse momento fala Alda Marco Antonio, que também faz homenagem a todas as mulheres presentes.

12h10 – Ricardo Patah diz que a decisão do partido foi coerente e democrática. “Participei pessoalmente das consultas em todo o Brasil e a conclusão desse processo confirma o acerto do caminho adotado pelo PSD”, disse. Para ele, o índice de desemprego baixo como hoje é muito importante para os trabalhadores. “O trabalho desse governo precisa continuar”.

12h07 – Nesse momento, fala Ricardo Patah, do PSD Movimentos, que saúda as mulheres de todo o Brasil.

12h02 – Robinson Faria saúda a presidente Dilma e Kassab, a quem se refere como “um paulista com alma nordestina”. Afirma que, como nordestino, sempre sonhou com um governo que tivesse alma e, assim, chegou o governo de Lula e Dilma. “Hoje temos os programas sociais que não permitem mais que a população passe fome em momentos de seca, difíceis, como o atual”, afirmou. Para ele, Lula e Dilma fizeram o maior governo da história do Brasil para os nordestinos.

12h00 – Gilberto Kassab anuncia a presença dos ministros Aloizio Mercadante, da Casa Civil, e Ricardo Berzoini, das Relações Institucionais, e passa a palavra ao vice-governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, pré-candidato ao governo do Estado.

11h54 – Nesse momento a prefeita de Ribeirão Preto, Darcy Vera, fala em nome dos prefeitos, relembrando a colaboração com o governo federal nos últimos anos, com grandes benefícios à sua cidade.

Presidente Dilma Rousseff participa da convenção do PSD

11h53 – Gilberto Kassab anuncia o encerramento da convenção e o resultado da votação. Foram 114 votos, com 108 favoráveis ao acordo para indicação de Dilma e Temer como candidatos a presidente e vice. Foram 94,73% de votos favoráveis à coligação com o PT e outros partidos.

11h47 – Gilberto Kassab anuncia a chegada da presidenta Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer ao auditório. Eles são aplaudidos por todos. Alguns convencionais entoam: “Um, dois, três, é Dilma outra vez”.

11h40 – A presidente Dilma Rousseff está chegando à convenção do PSD. Gilberto Kassab a pede a Alda Marco Antonio e Ricardo Patah que se dirijam à entrada do auditório para recepcioná-la.

 

11h37 – Começa a apuração dos votos da convenção.

11h36 – A prefeita de Ribeirão Preto, Darcy Vera, e o deputado federal Guilherme Campos deixam o auditório para recepcionar o vice-presidente da República, Michel Temer.

11h35 – Kassab inicia a composição da mesa para a proclamação do resultado da convenção. Chamou  Guilherme Afif, Alda Marco Antonio, Ricardo Patah, Raimundo Colombo, Darcy Vera, o deputado Guilherme Campos e o vice-governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria.

11h30 – Encerrada a votação.

11h24 – O presidente Gilberto Kassab pede aos convencionais que ainda não votaram que se apressem, pois o processo será encerrado nos próximos minutos.

11h14 – O coordenador do PSD Movimentos, Ricardo Patah, acaba de depositar seu voto na urna. Além dele, já votaram a pré-candidata a vice-governadora de São Paulo pelo PSD, Alda Marco Antonio, e a prefeita de Ribeirão Preto, Darcy Vera.

11h08 – Nesse momento, forma-se uma longa fila de convencionais para depositar seus votos na urna. O Auditório Nereu Ramos, da Câmara dos Deputados, já se encontra praticamente lotado.

11h04 – O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, que votou há pouco na convenção nacional do PSD, acredita que o apoio à presidente Dilma Rousseff é o melhor caminho para o partido. Colombo é pré-candidato à reeleição em seu Estado, com apoio do partido da presidente.

11h00 – Ao depositar o voto na urna, o vice-governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, comentou que sua expectativa e pelo apoio à candidatura da presidente Dilma Rousseff, que, em sua opinião, está fazendo um bom governo e deve continuar na presidência. Faria diz que a coligação com o PSD é boa para o Brasil e vai ajudar o país a continuar se desenvolvendo. Ele também falou sobre sua pré-candidatura a governador do Rio Grande do Norte, em aliança com o PT e o PCdoB, manifestando confiança em sua eleição.

 10h35 – O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, acaba de votar na convenção nacional do PSD em Brasília. Neste momento ele conversa com  lideranças do partido, como o prefeito de Mogi das Cruzes, Marco Bertaiolli, e o deputado federal Walter Ihsohi.

10h22 – O ministro da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, acaba de votar na convenção nacional do PSD. Também votaram há pouco o secretário-geral do partido, Saulo Queiroz, o presidente do Diretório do Rio Grande do Sul, José Paulo Cairoli, e o vice-governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria.

10h13 – Em conversa com jornalistas, Gilberto Kassab comentou que a expectativa do PSD, nas eleições deste ano, é de eleger uma bancada de 50 deputados federais, reforçando a presença do partido no Congresso Nacional.

10h05 – Filiados do PSD continuam chegando ao Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, onde está sendo realizada a convenção do partido. Nesse momento, o presidente Gilberto Kassab conversa com os deputados Fabio Faria, do Rio Grande do Norte, e Júlio Cesar, presidente do PSD do Piauí.

9h57 – Em entrevista a jornalistas que acompanham a convenção do PSD em Brasília, o presidente do partido, Gilberto Kassab, confirmou que o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, o procurou nesta terça-feira (24) para colocar seu nome à disposição do partido para concorrer ao cargo de governador do Estado de São Paulo.

Kassab disse que a decisão sobre a indicação de Meirelles como candidato do partido será tomada na convenção estadual, marcada para o próximo dia 30. Segundo Kassab, que defende candidatura própria para o PSD em São Paulo, o partido decidirá, na convenção, sobre lançar candidatura própria, coligar-se ao PSDB ou ao PMDB.

 

9h43 – O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, deposita seu voto na urna, como representante do Diretório Estadual de São Paulo. Ele é o primeiro a votar.

9h – Começa em Brasília, no Auditório Nereu Ramos, da Câmara Federal, a convenção nacional do PSD, que vai definir as alianças do partido para as eleições deste ano.

 

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter