GESTÃO

Belivaldo Chagas anuncia reforma administrativa em Sergipe

O governador reeleito afirma que, a partir de 2019, vai reduzir o número de secretarias estaduais e extinguir 900 cargos comissionados. “Vamos economizar R$ 10 milhões com isso”

05/12/2018

FacebookWhatsAppTwitter

 

A redução do número de Secretarias de Estado de 19 para 14 e a extinção de 900 cargos em comissão, assim como a racionalização do uso de imóveis e o cancelamento das linhas de telefones móveis dos servidores de áreas não essenciais são algumas das medidas já relacionadas pelo governador reeleito de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), dentro da reforma administrativa que irá realizar na gestão estadual a partir de 2019, quando assumir o novo mandato.

O anúncio foi feito em entrevista à TV na terça-feira (4). Nesta quarta (5), Belivaldo voltou a comentar seus planos para a reforma administrativa e disse que em janeiro iniciará as demissões dos servidores em cargos comissionados no Estado. “Após a exoneração geral de todos os cargos de comissão eu vou passar o pente fino e só ficarão aqueles essenciais. Estima-se que 900 cargos sejam eliminados, para gerar uma economia de 10 milhões de reais”, disse o governador.

Ele concluiu afirmando que “as outras mudanças serão anunciadas depois do Natal. Não estou com pressa. O apressado como cru. Eu estou atento a tudo e analisando várias questões com cautela”, avisou.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter