Tecnologia

China quer investir em cidades inteligentes no Brasil

Em encontro com o ministro Gilberto Kassab, empresários chineses disseram ter interesse em participar do desenvolvimento da tecnologia 5G no País e impulsionar o programa Cidades Inteligentes

09/10/2017

FacebookWhatsAppTwitter

O ministro Kassab com o presidente da Huawei na AL, Zou Zhilei, e diretores da empresa no Brasil.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, recebeu na sexta-feira (6), no escritório regional do Ministério em São Paulo, integrantes da diretoria da Huawei Technologies, interessados em conhecer as políticas públicas no setor de telecomunicações para investir no Brasil. Participaram da reunião o presidente da Huawei na América Latina, Zou Zhilei, diretores da empresa no Brasil e o secretário de Telecomunicações do MCTIC, André Borges.

O ministro Kassab apresentou as ações do governo para modernizar o setor de telecomunicações, como o aperfeiçoamento da legislação e as políticas públicas de conectividade. “A nossa disposição é possibilitar aos municípios se tornarem cidades inteligentes num prazo relativamente curto. Para isso, precisamos de projetos consistentes, padronizados e modulares, para que os prefeitos saiam em busca de recursos já sabendo que vai ser feito.”

André Borges informou que o MCTIC tem proposta para pequenos municípios com até 20 mil habitantes serem conectados por fibra óptica e, com isso, fornecer serviços públicos com mais agilidade e qualidade por meio de governos eletrônicos. “A nossa intenção é levar a todos os distritos dessas cidades fibra óptica e internet banda larga para a população, inclusive com Wi-Fi gratuito. Lembrando que o Brasil tem que aproveitar a estrutura já existente no país”, alertou o secretário.

O presidente da Huawei para América Latina disse que tem intenções de investir no Brasil, especialmente no desenvolvimento do 5G. Zou Zhilei esclareceu que sua empresa tem know how para contribuir para a melhoria da qualidade das telecomunicações no Brasil e para impulsionar o programa Cidades Inteligentes. Segundo ele, a Huawei criou um sistema que usa a tecnologia para melhorar a segurança nas cidades chinesas. “Queremos fazer do Brasil uma referência em cidades inteligentes”, disse Zou Zhilei.

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter