Conselhos do Espaço Democrático debatem propostas para elevar produtividade

Os Conselhos foram criados para elaborar propostas que vão integrar o programa partidário do PSD e também o Projeto de Nação do partido.

18/04/2012

FacebookWhatsAppTwitter

Propostas vão elaborar Projeto de Nação do PSD

A necessidade de reformas e de novas políticas que permitam ao Brasil elevar sua produtividade e, assim, aumentar a competitividade de seus produtos no mercado internacional foi tema das reuniões de três dos Conselhos Temáticos do Espaço Democrático, realizadas nesta terça-feira (17).

Os Conselhos foram criados com o objetivo de debater as grandes questões nacionais, elaborando propostas que vão integrar o programa partidário do PSD e também o Projeto de Nação que o partido pretende apresentar à sociedade já no próximo ano. Como explica o presidente do Espaço Democrático, o vice-governador de São Paulo Guilherme Afif, “este ano os Conselhos vão debater livremente as ideias referentes a seus temas, mais adiante vamos consolidar as propostas que surgirem e elaborar o Projeto de Nação que iremos defender nas diversas instâncias em que atuamos”.

Coordenados por personalidades de expressão nacional em cada área-tema, os Conselhos do Espaço Democrático estão iniciando seus trabalhos. É o caso do Conselho de Indústria, Tecnologia e Inovação, coordenado pelo engenheiro Ozires Silva, um dos criadores da Embraer e ex-presidente da Petrobras e de outras grandes empresas brasileiras.

Para ele, a busca da competitividade no mercado internacional é realmente um dos maiores desafios do País hoje. “O Brasil recebe hoje produtos de todo o mundo, mas não consegue colocar no mercado externo o que produzimos aqui, por falta de competitividade”, afirma, explicando que isso ocorre em função de questões como tributação elevada, juros altos, pesados custos trabalhistas, insuficiência educacional e taxa de inovação muito baixa. Para ele, o País precisa trabalhar muito, e rapidamente, para voltar a ser competitivo pelo menos na maior parte dos setores econômicos, “pois é uma utopia acreditar que podemos ser competitivos em todas as áreas”.

Também o Conselho de Inteligência e Mídias Digitais realizou na terça-feira a sua primeira reunião. Coordenado pelo especialista Aleksandar Mandic, o grupo iniciou a discussão sobre temas como infovias, direito autoral e segurança cibernética. De acordo com Mandic, esses são temas que precisam ser definidos de forma inteligente, para evitar distorções que eventualmente comprometam o processo de desenvolvimento do País. “No caso dos direitos autorais sobre programa digitais, por exemplo, precisamos de uma legislação que estimule o trabalho dos criadores de softwares, pois eles precisam ser bem remunerados pela criação”, explicou.

Por sua vez, o Conselho de Infraestrutura e Energia, coordenado pelo deputado federal Eduardo Sciarra (PSD-PR), realizou sua terceira reunião na terça-feira. Para Sciarra, uma das principais preocupações de seu grupo de trabalho é buscar uma proposta de política pública que contribua para a redução do custo da energia, que tem impacto direto na competitividade dos produtos brasileiros.  

FacebookWhatsAppTwitter

2 Comentários

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter