GESTÃO

Cotia (SP) estimula devedores a colocar impostos em dia

Em busca de recursos para investir em projetos, prefeitura administrada por Rogério Franco (PSD) oferece reduções de até 95% no valor de multas e juros de parcelas atrasadas

07/06/2019

FacebookWhatsAppTwitter

 

O Sistema de Parcelamento de Débitos de Cotia (SPDC) foi criado pela gestão do prefeito Rogério Franco (PSD).

 

Em Cotia, município de cerca de 244 mil habitantes da Região Metropolitana de São Paulo, os contribuintes que têm parcelas atrasadas do IPTU, ISS e outros impostos poderão regularizar a situação tributária junto à Prefeitura pagando juros e multas com até 95% de desconto. O benefício será oferecido a partir de segunda-feira (10), por meio do Sistema de Parcelamento de Débitos de Cotia (SPDC), criado pela gestão do prefeito Rogério Franco (PSD).

“A Prefeitura tem interesse em receber o valor dos impostos, pois depende dos recursos para investir em projetos. Entendemos que o cenário econômico no País não está favorável. A anistia vem para ajudar o cidadão a quitar suas dívidas e ficar em dia com a Fazenda Municipal”, explica o prefeito Rogério Franco.

Pelo SPDC, o contribuinte poderá requerer o desconto para débitos com vencimento até 31 de dezembro de 2018. O desconto de 95% valerá para quem optar pelo pagamento em parcela única.

No caso de quitação em seis parcelas, a redução do valor das multas e juros será de 85%. Entre sete e 12 parcelas, o desconto será de 75%. Para quem escolher pagar entre 13 e 18 parcelas, número máximo permitido pelo SPDC, o abatimento da dívida será de 65%.

A anistia dos débitos será concedida apenas aos contribuintes adimplentes no exercício de 2019. Dívidas referentes a infrações de trânsito, multas por descumprimento de contratos ou decorrentes de decisões judiciais não serão anistiadas.

A adesão ao SPDC deve ser feita até o dia 28 de junho, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, em dois locais: no Centro Integrado Tributário de Cotia (CIT), no Parque Dom Henrique, ou na unidade de Caucaia do Alto.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter