São Paulo

Eleuses implanta novo conceito em saúde em Rio Preto

Eleuses Paiva (PSD), vice-prefeito de São José do Rio Preto (SP), comemora criação de centro de especialidades. “A intenção é que Rio Preto seja referência em saúde no Brasil”

12/01/2018

FacebookWhatsAppTwitter

Eleuses Paiva: “Nossa intenção é que Rio Preto seja referência em saúde no Brasil”.

 

Um antigo projeto do vice-prefeito de São José do Rio Preto (SP), Eleuses Paiva (PSD), se tornou realidade esta semana, quando, ao lado do prefeito Edinho Araújo, ele inaugurou o Centro Médico de Especialidades (CME). Com essa nova unidade, a cidade de 400 mil habitantes da região Noroeste do Estado de São Paulo tem agora um local que apresenta um novo conceito em atendimento médico, inspirado em iniciativas de sucesso de metrópoles brasileiras.

Em sua página no Facebook o médico e ex-deputado federal pelo PSD, que ocupou o cargo de secretário da Saúde do município até outubro passado, comemorou a concretização do projeto. “O CME inicia suas atividades com um sistema 100% informatizado, que permitirá a unificação das informações de toda a rede pública de saúde, a ampliação do quadro de profissionais e os atendimentos aos sábados, com um menor tempo de espera”, contou.

O objetivo, segundo Eleuses Paiva, é proporcionar a mesma qualidade da saúde privada na saúde pública, com resolutividade, eficiência e humanização. “Isto só é possível porque o prefeito Edinho Araújo abraçou esta ideia desde o início, quando era só um projeto. Nossa intenção é que Rio Preto seja referência em saúde no Brasil”.

Paiva adiantou também que o Ministério da Saúde está analisando o trabalho que é desenvolvido na Atenção Básica, como exemplo a ser seguido. “Até o meio do ano, este atendimento deve ser estendido a quase 50% dos munícipes, com visitas de médicos nas residências”, disse o vice-prefeito, lembrando ainda que, além do CME, ainda este ano Rio Preto terá uma tomografia própria e um laboratório, com capacidade de realizar 30 mil exames com o mesmo custo atual.

O Centro Médico de Especialidades oferece atendimento médico em 27 especialidades. A capacidade inicial é de 16 a 18 mil atendimentos mensais, podendo se estender para até 40 mil. Para isso, conta com uma equipe formada por 150 profissionais: são 100 médicos, 2 enfermeiros, 4 técnicos de enfermagem, 1 gerente, 1 diretor clínico, 1 coordenador administrativo, 28 agentes administrativos, 4 recepcionistas, 3 telefonistas, 2 controladores de fluxo e 4 profissionais da limpeza.

O acesso ao serviço será através das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF), a partir do encaminhamento do médico da Atenção Básica para a consulta com o especialista. A entrada à recepção será autorizada 30 minutos antes do horário da consulta, com a apresentação do comprovante de agendamento. Não haverá atendimento sem agendamento prévio.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter