PSD MULHER

Evento no Piauí reúne mais de 200 pessoas

Encontro que discutiu participação feminina na política teve a presença da vice-governadora Margarete Coelho, que falou sobre a reforma política e defendeu que os partidos discutam temas de interesse das nossas instituições.

17/07/2017

FacebookWhatsAppTwitter

Alda Marco Antonio, coordenadora do PSD Mulher, e a vice-governadora Margarete Coelho

O PSD Mulher reuniu mais de 200 pessoas na última sexta-feira (14), em Teresina, para o encontro estadual que discutiu a participação feminina na política. Conduzido por Alda Marco Antonio, coordenadora nacional do núcleo feminino do partido, e Simone Araújo, coordenadora regional, o evento teve a importante presença da governadora em exercício do Piauí, Margarete Coelho, que fez a palestra “Por que o Brasil precisa de uma reforma política”.

“A mulher tem muito a dizer e a contribuir e precisa ser ouvida, mas só há um caminho a trilhar para ter sucesso: o caminho dos partidos políticos”, disse Alda Marco Antonio, que fez uma exposição sobre  “Desigualdade de gênero”. Segundo ela, fora da vida partidária não há como atingir cargos de liderança. “Vejam que em quase 3 mil câmaras municipais de todo o País não há uma única vereadora”.

A cota de 30% de candidatas em cada eleição não aumentou a participação feminina na política, segundo Alda. Só contribuiu para transformar a mulher em “laranja”. “Os partidos colocam a mulher só para cumprir a lei, mas falsamente. Transformam a mulher em “laranja”. Nas últimas eleições, houve mulheres que não votaram nem em si mesmas. Não queremos que nenhuma mulher no Brasil se sujeite ao papel de colaborar com uma fraude”, comentou.

Para a coordenadora nacional do PSD Mulher, “nossa luta é criar um ambiente saudável e favorável para que as mulheres militem verdadeiramente. Alguns partidos são até hostis à presença feminina e nós queremos resolver essa questão dentro do PSD”, disse.

Evento em Teresina reuniu mais de 200 pessoas

Para a coordenadora do núcleo feminino do PSD no Piauí, Simone Araújo, as mulheres já avançaram bastante nos últimos anos, mas há espaço para muito mais. “Vejam que aqui no Piauí temos duas prefeitas, três vice-prefeitas e 23 vereadoras, mas se nos mobilizarmos e usarmos o caminho dos partidos, vamos conquistar muitos espaços mais.” Simone falou sobre o projeto de cotas para mulheres na palestra “Uma bandeira feminina no Congresso Nacional”.

A vice-governadora Margarete Coelho, que está administrando o Estado durante viagem oficial do governador Wellington Dias ao Canadá, elogiou a iniciativa do PSD Mulher, de discutir tema tão importante. Margarete falou sobre a reforma política e defendeu que os partidos discutam temas de interesse das nossas instituições. “Principalmente em momentos de crise como o que estamos vivendo é importante que os partidos se reúnam e debatam o que é importante para o País”.

O deputado federal Julio Cesar (PSD), também presente ao evento, disse que o sistema político-eleitoral brasileiro é arcaico e precisa ser modernizado. “Nós precisamos aumentar a participação da mulher na política brasileira tendo em vista que elas são a maioria na população”, disse.

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter