GOIÁS

Jovens discutem crise e caminhos para renovação política

Encontro do PSD reuniu mais de 400 pessoas no final de semana, em Goiás. Evento abordou discutiu a crise política e econômica do País e o papel dos jovens nesse cenário e nas eleições do ano que vem.

12/06/2017

FacebookWhatsAppTwitter

O encontro de jovens abordou discutiu a crise política e econômica do País e o papel dos jovens nesse cenário e nas eleições do ano que vem.

 

 

Mais de 400 jovens participaram, neste fim de semana, do Encontro Estadual do PSD Jovem em Goiânia. O evento abordou discutiu a crise política e econômica do País e o papel dos jovens nesse cenário e nas eleições do ano que vem.

Além dos militantes do PSD Jovem, o encontro contou ainda com as presenças de representantes da juventude do PSDB, PMDB, PV, PCdoB e UJS. “Foi um grande salto positivo, reunindo jovens que almejam um futuro melhor para o nosso país e de vários partidos e correntes ideológicas”, disse o presidente do diretório estadual do PSD, Vilmar Rocha.

Ele acrescentou que para os jovens que desejam seguir o caminho da política é necessário que tenham disposição e pensem em coletividade, construindo melhorias para a vida das pessoas.

Para o presidente estadual do PSD Jovem, Michel Magul, este é o momento de os jovens se unirem para modificar a política atual, trazendo valores, ética e moral. “O idealismo dos jovens é capaz de modificar a política, buscando melhorias e transparência para o nosso país”, disse.

Também presente no encontro, o superintendente Estadual da Juventude do PSDB, Leonardo Felipe, afirmou a necessidade da juventude estar no meio político, fortalecendo e renovando a política brasileira.

O deputado estadual Francisco Júnior (PSD), abordou em seu discurso a necessidade de construir algo novo, devolvendo a esperança ao Brasil. Para o deputado, não é possível mudar as estruturas do País sem a participação da juventude. É preciso que todos se envolvam para conseguir melhorias na política atual. “Precisamos mudar as práticas. Não dá mais para criticarmos os políticos, mas continuarmos trocando voto por cargos, pelo estágio do filho”, disse. “Tem muita gente que quer mudar o Brasil, sim, mas pensa que se mudar o salário dele é melhor. Não dá pra mantermos esse discurso”, completou.

Segundo o deputado estadual Lincoln Tejota (PSD), a mudança que precisa acontecer está nas mãos dos jovens, com a ajuda deles é possível fazer um trabalho justo e de qualidade dento da política. Já o deputado federal Thiago Peixoto (PSD) acrescentou que é preciso uma nova geração com disposição para mudar, fazendo uma política séria, com sede de crescimento.

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter