CIÊNCIAS

Kassab visita instituto que pesquisa vida fora da Terra

Ministro foi conhecer trabalhos realizados pelo Observatório Nacional e Museu de Astronomia, no Rio. Estudos do ON mostram que exoplaneta Ross 128b tem características viáveis para abrigar vida

10/07/2018

FacebookWhatsAppTwitter

O ministro Kassab destacou os trabalhos realizados pelos institutos e a importância das pesquisas realizadas para o país.

 

 

Responsável por pesquisas como a que descobriu que o exoplaneta Ross 128b, avistado pela primeira vez em 2017, tem características viáveis para abrigar vida, o Observatório Nacional (ON) recebeu na segunda-feira (9) a visita do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab. Ele esteve também no Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast) e conheceu os trabalhos realizados pelos institutos, tendo destacado a importância das pesquisas realizadas para o país.

De acordo com os pesquisadores do ON, o exoplaneta Ross 128b tem características físicas e químicas muito semelhantes às da Terra. O Ross 128b tem massa equivalente à do nosso planeta, está localizado na zona habitável da sua estrela e tem uma temperatura média na superfície da ordem de 21ºC. Além disso, está muito próximo da Terra, a 10 anos-luz (cada ano-luz corresponde a 9,46 trilhões de quilômetros). “No estudo, usamos modelos de formação planetária e verificamos que o exoplaneta deve ser composto por minerais similares aos da Terra, no entanto, com um núcleo um pouco maior”, explica o pesquisador Diogo Souto.

O diretor do ON, João Carlos Costa dos Anjos, considerou importante a presença do ministro por demonstrar o valor que o ministério dá tanto ao Museu quanto o Observatório. Fundado em 1985, o Mast é uma unidade de pesquisa com a missão de ampliar o acesso da sociedade ao conhecimento científico e tecnológico, atuar na preservação de acervos e divulgar a história da ciência e da tecnologia no Brasil. Há também pesquisas aplicadas nas áreas da divulgação da ciência, preservação e restauração de objetos metálicos e documentos em papel, turismo e tecnologia da informação. O ministro Kassab teve oportunidade de observar o trabalho realizado pelos profissionais do MAST tanto com relação à recuperação de documentos e livros como de materiais de metais.

Já no Observatório Nacional, que atua nas áreas de astronomia, geofísica e metrologia em tempo e frequência, o ministro pode conhecer, de perto, o trabalho de monitoramento dos movimentos sísmicos no Brasil e a geração, conservação e disseminação da Hora Legal Brasileira.

Localizado desde 1920 em um campus no Bairro Imperial de São Cristóvão, o ON preserva o seu patrimônio histórico ao manter laboratórios e instrumentos originais, a exemplo dos relógios atômicos que o qualificam como Laboratório Primário de Tempo e Frequência, responsável pela geração, distribuição e conservação da Hora Legal Brasileira.

Exoplaneta está a 10 anos-luz distante da Terra.

Estudo detalhado

De acordo com as pesquisas do Observatório Nacional, o exoplaneta Ross 128b tem uma massa mínima 30% superior à massa terrestre, enquanto o seu raio é 10% maior que o da Terra. A razão entre a massa e o raio deste exoplaneta o coloca no grupo de planetas rochosos, assim como a Terra.

Além disso, a radiação que Ross128b recebe de sua estrela hospedeira é similar à que a Terra recebe do Sol. A estrela Ross 128 tem temperatura de 2.958ºC, quase a metade do nosso Sol (5.499ºC); raio de 145.401 km, o que corresponde a cerca de um quinto do raio do Sol. Ross 128b está a uma distância de 6 milhões de km de sua estrela, enquanto a Terra está a 150 milhões de km do Sol, aproximadamente.

A pesquisadora Katia Cunha explica que “nunca foi feito um estudo tão detalhado de uma estrela fria como a Ross 128. É difícil estudar estrelas frias assim porque o espectro óptico destes objetos apresenta fortes bandas moleculares que atrapalham a análise. Usando a espectroscopia no infravermelho, estas bandas são mais fracas, e é possível estudar as moléculas atômicas para extrair informações que ajudem a caracterizar a estrela”.

O estudo utiliza dados do projeto Sloan Digital Sky Survey (SDSS), do qual o Observatório Nacional participa.

A estrela Ross 128 é uma estrela de baixa temperatura, classificada como estrela anã M – tipo que corresponde a 65 a 75% das estrelas da nossa Galáxia, por isso é tão importante conhecer mais sobre elas.

Visitação

As pessoas que quiserem conhecer os dois institutos, a visitação é gratuita às terças, quintas e sextas-feiras, das 10h às 17h. Às quartas-feiras, funciona das 10h às 20h. Visitas orientadas com marcação prévia pelo telefone (21) 2580-1383. O Mast fica na rua General Bruce, 586 – São Cristóvão. Mais informações pelos sites www.mast.br e www.on.br

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter