PSD MULHER

Liderança em Lins (SP), Karina Carla se filia ao PSD

Nova integrante da ala feminina do partido acumula diferentes experiências profissionais e tem atuação destacada no município do interior paulista

06/10/2017

FacebookWhatsAppTwitter

 

Karina Carla: “As mulheres hoje têm um espaço, mas precisamos avançar.”

 

Quem pretende contar um pouco da trajetória da professora de Português e Inglês Karina Carla, liderança bastante popular em Lins – município da região Centro-Oeste do Estado de São Paulo, próximo a Marília —, não pode se esquecer de utilizar a palavra versátil. Filiada ao PSD desde a última terça (3), a mais nova integrante da ala feminina do partido acumula diferentes experiências profissionais e políticas.

Um de seus projetos é a Turma da Alegria, grupo voluntário que criou para promover campanhas beneficentes e atividades lúdicas para crianças em escolas, creches e hospitais. “Levamos alegria e esperança aos mais necessitados. Queria que essas crianças tivessem uma experiência diferente. É muito gratificante ir a um hospital e ver o sorriso delas”, afirma Karina.

Durante o trabalho, a professora veste a fantasia da destemida princesa Frozen, personagem do famoso desenho da Disney. A Turma conta com seis pessoas, incluindo o palhaço Pipoquinha e outras princesas, e também anima os intervalos dos jogos do time de futebol do coração de Karina, o Clube Atlético Linense. O amor pelo esporte e o gosto pela política foram herdados do pai, Maximiano Carlos, conhecido comerciante da cidade e ex-diretor da equipe, falecido há quatro anos.

Um de seus projetos é a Turma da Alegria, que promove atividades lúdicas para crianças em escolas, creches e hospitais.

Fé e superação

Mas a vida de Karina não foi feita sempre de sorrisos. Aos 34 anos, ela teve de enfrentar uma batalha contra o câncer de mama e buscou forças na fé. “Isso mudou muito a minha vida, em todos os aspectos. Fiquei quase um ano fazendo quimioterapia e quase morri. Foi quando conheci o budismo e me encontrei”, relembra a professora de 41 anos. Desde então, ela concilia os preceitos da religião oriental com a formação católica recebida na infância.

Recuperada da doença, Karina se dedicou ainda mais a outra de suas paixões: a música. Ela foi cantora do Coro Sinfônico de Lins e já realizou diversas apresentações em centros culturais, escolas e igrejas.

Política

Concorrer a cargos públicos e vivenciar o dia a dia partidário não é uma novidade para a professora, que já concorreu ao Conselho Tutelar em Lins e foi candidata a vereadora em 2016. “As mulheres hoje têm um espaço, mas precisamos avançar. O brasileiro tem aquela mania de achar que só os bandidos participam da política. Não, o cidadão de bem também precisa participar”, frisa Karina, que pretende organizar o PSD Mulher no município e planeja alçar outros voos eleitorais.

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter