PSD Mulher

Márcia Nunes quer levar suas causas adiante

Mãe e empresária paulistana se filia ao PSD e avisa: vai se lançar na atividade política. Ela quer ampliar o trabalho que já realiza para valorizar a adoção de crianças e defender os animais

05/02/2018

FacebookWhatsAppTwitter

 

Em conversa com Alda Marco Antonio, Márcia contou que pretende se preparar para lançar candidatura

 

Mãe, empresária, protetora dos animais e, no futuro, ativa participante da vida política no País. Essas são qualificações de Márcia Nunes, que recentemente se filiou ao PSD com o objetivo de iniciar uma trajetória política que permita ampliar o alcance das propostas que ela já defende em sua vida familiar e profissional.

Em conversa esta semana com Alda Marco Antonio, a coordenadora nacional do PSD Mulher, Márcia contou que pretende se preparar para lançar uma candidatura em que as principais bandeiras serão a adoção de crianças e a defesa dos animais. “Essas são questões importantes para mim, com as quais convivo há muito tempo”, diz ela.

Esteticista por formação, Márcia é proprietária de um salão de beleza e de uma clínica estética no Jardim Prudência, na zona sul de São Paulo, onde pretende implantar este ano um instituto de formação de profissionais da beleza.

Na vida pessoal, é mãe de Arthur e está à espera de duas meninas que adotará assim que chegar a sua vez na fila de adoção. “A adoção de crianças faz parte de minha história, tenho um irmão adotado e sempre compartilhei a ideia de que não há diferença entre filho biológico e filho do coração”, conta, lembrando que quer contribuir para que outras famílias compartilhem esse ato de amor incondicional ao ser humano.

Para Márcia Nunes, é preciso criar um sistema de defesa dos animais de rua, onde há muito sofrimento.

E a defesa dos animais também é parte integrante de seu cotidiano. Em sua casa, ela mantém quatro cachorros e dois gatos. “Mas em outras épocas tive muito mais”, diz ela, mostrando, feliz, fotos de uma de suas cachorras, Cacau, recolhida na rua de uma cidade do interior, onde estava abandonada há alguns meses e com uma perna bastante ferida. “Foi um processo de recuperação muito difícil e doloroso, mas hoje é uma das alegrias da casa, sempre disposta a brincar e pular, mesmo tendo apenas três pernas”, lembra Márcia.

Para ela, é preciso criar um sistema de defesa dos animais de rua, onde há muito sofrimento. “Mas não se trata apenas de adotar esses animais, é preciso também cuidar, vacinar, castrar e ter local adequado para alojá-los”, afirma, enfatizando que é uma defensora da castração desses animais. “Sem isso, a questão nunca será resolvida, pois a reprodução descontrolada continuará gerando animais que sofrerão maus tratos e afetando até a saúde pública”, alerta.

Para Alda Marco Antonio, do PSD Mulher, a chegada de Márcia Nunes ao partido é uma ótima notícia. “Ela defende causas fortes e tem o apoio da família em sua decisão de participar da atividade política, isso é muito importante”, diz, adiantando que o partido vai ajudá-la a buscar votos em sua região.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter