ASSISTÊNCIA SOCIAL

Projeto de Antonio Brito propõe condicionar repasses

Deputado federal do PSD de Bahia quer que Estados e municípios apresentem plano com diagnóstico de vulnerabilidades da população

02/08/2017

FacebookWhatsAppTwitter

 

O deputado Antonio Brito (PSD-BA), autor da proposta.

Proposta em tramitação na Câmara Federal estabelece, como condição de repasse de recursos relativos à assistência social para os Estados, o Distrito Federal e os municípios, um plano com diagnóstico da população, observando-se as vulnerabilidades de maior incidência e o recorte étnico-racial.

Apresentado pelo deputado Antonio Brito (PSD-BA), o projeto altera a Lei Orgânica da Assistência Social (8.742/93), que hoje já prevê, como condição para os repasses, a elaboração de um plano de assistência social, além da instituição de um conselho e de um fundo de assistência social.

Porém, segundo Brito, muitos municípios, ao elaborar a política de assistencial social, não fazem um diagnóstico das principais vulnerabilidades que acometem a população negra. “Isso explica por que grande parte dos entes federados não possui programas específicos para a população negra no âmbito da assistência social”, afirma.

Para tentar resolver o problema, a proposta prevê que o plano de assistência social observe as vulnerabilidades de maior incidência e o recorte étnico-racial.

Tramitação – A proposta será analisada, em caráter conclusivo, pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter