SAÚDE

Projeto exige mais rigor no uso de anestesia

O deputado Rômulo Gouveia (PSD-PB) apresentou na Câmara proposta que torna obrigatória a avaliação pré-anestésica antes de cirurgias. “A anestesia oferece riscos de efeitos adversos graves”, diz

19/02/2018

FacebookWhatsAppTwitter

No projeto do deputado paraibano, ficam excluídas da exigência situações de urgência

 

A exigência de avaliação pré-anestésica que analise fatores de risco para reações adversas, antes da realização de procedimento cirúrgico, é o objetivo de proposta apresentada à Câmara pelo deputado Rômulo Gouveia, do PSD da Paraíba. Para ele, a anestesia oferece riscos que podem provocar efeitos adversos graves, como reações alérgicas, parada respiratória, entre outros.

No projeto do deputado paraibano, ficam excluídas da exigência situações de urgência. A proposta altera a Lei do Ato Médico para prever essa exigência. Segundo Gouveia, a anestesia, um procedimento destinado ao controle da sensibilidade e/ou da consciência, oferece riscos que podem provocar efeitos adversos graves, como reações alérgicas e parada respiratória, entre outros. “A amplitude desta avaliação ficará a critério do médico, sendo compatível com o grau de complexidade da anestesia e o risco potencial do procedimento”, explica o parlamentar.

O projeto, que tramita conclusivamente, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter