ELEIÇÕES 2018

PSD Mulher de Goiás realiza encontros regionais

O evento mais recente ocorreu no fim de semana, em Urutaí. Para o presidente regional, Vilmar Rocha, “a participação das mulheres é de grande importância para que possamos ter um Brasil mais justo”

19/04/2018

FacebookWhatsAppTwitter

Cerca de 300 pessoas estiveram na cidade, incluindo militantes do município e líderes regionais e nacionais, para discutir a ampliação da presença feminina na política.

O PSD de Goiás definiu como seu grande desafio deste ano o estímulo a uma ampla participação das mulheres na política. No Estado do Centro-Oeste brasileiro, o partido já conta com muitas representantes do sexto feminino que que podem trazer muito bons resultados nas eleições de outubro próximo. Isso ficou demonstrado, por exemplo, no Segundo Encontro Regional do PSD Mulher, que aconteceu no último sábado (14), em Urutaí, pequeno município do sul goiano.

Cerca de 300 pessoas estiveram na cidade, incluindo militantes do município e líderes regionais e nacionais, para discutir a importância da ampliação da presença feminina na política.

O primeiro encontro ocorreu no dia 7 de abril, em Anicuns (município próximo a Goiânia) e mobilizou mais de 450 pessoas com o mesmo intuito. Dezenas de mulheres presentes ao encontro se filiaram ao PSD da cidade. Segundo a coordenadora do PSD Mulher Estadual, e primeira-dama de Urutaí, Bianca Soares, as mulheres têm o diferencial de governar com mais amor e sensibilidade, “Quero realizar o sonho de termos em nosso município 50% das cadeiras para vereadores ocupadas por mulheres”, afirmou.

O presidente do PSD em Goiás, Vilmar Rocha, explicou que o essencial em uma carreira política é a credibilidade e a confiança. “A participação das mulheres é de grande importância para que possamos ter um Brasil mais justo. A igualdade tem que prevalecer”, concluiu.

A coordenadora do PSD Mulher em Goiânia, Ludymilla Damatta, afirma que não existe democracia plena sem a presença feminina. Para ela, é preciso despertar nas mulheres o interesse pela política e ao partido está no caminho certo.

Por sua vez, o presidente do PSD Metropolitano, Dagoberto de Menezes, destacou que juntamente com Vilmar Rocha, estão trabalhando para estruturar o partido com grande participação das mulheres nas eleições federais e estaduais deste ano.

“O PSD tomou a decisão mais correta possível, ter o movimento partidário do estado sendo dirigido por mulheres. Nas eleições as mulheres devem ocupar o espaço que já é delas”, afirmou o deputado federal Thiago Peixoto (PSD-GO). De acordo com o deputado estadual Francisco Júnior (PSD), a política precisa de verdade e simplicidade. “As mulheres são sensíveis, detalhistas, não devem se envolver no meio político porque a lei exige, mas porque a sociedade precisa”, afirmou.

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter