Inovação

Santa Catarina investe para colocar boas ideias em prática

O governador Raimundo Colombo (PSD) anunciou esta semana os 102 projetos qualificados para receber R$ 10 milhões com o objetivo de promover a inovação no Estado

08/02/2018

FacebookWhatsAppTwitter

 

O governador Raimundo Colombo: “Estou muito feliz em ver essa juventude construindo um futuro de forma tão inteligente e competente”

 

O governador Raimundo Colombo (PSD) oficializou nesta quarta-feira (7) mais um importante incentivo ao empreendedorismo catarinense, ao anunciar os 102 projetos selecionados entre as 1.791 ideias inscritas na 6ª edição do programa Sinapse da Inovação. Cada contemplado receberá R$ 60 mil do Governo do Estado como auxílio financeiro para colocar a ideia em prática e mais R$ 40 mil em bolsa federal do CNPq para contratação de um técnico especialista, totalizando a aplicação de mais de R$ 10 milhões em recursos para promover a inovação catarinense.

Para Colombo, “a cada ano, o programa é mais disputado e a qualidade dos projetos aumenta e isso está fazendo com que Santa Catarina se fortaleça como um centro de inovação”. Ele destacou que o Sinapse garante um recurso fundamental para que ideias se transformem em projetos, e que projetos virem empresas, gerando empregos em todas as regiões do Estado. “Estou muito feliz em ver essa juventude construindo um futuro de forma tão inteligente e competente”, disse o governador.

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado (Fapesc), Sergio Gargioni, afirmou que o programa é fundamental para que Santa Catarina mantenha o status de Estado mais empreendedor do país. No ato desta quarta, também participaram representantes da Junta Comercial e da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável, que estão à frente do programa Bem Mais Simples. A iniciativa facilita o processo de abertura de empresas no Estado e vai contemplar os novos empreendedores que surgirem do programa Sinapse.

Em suas cinco primeiras edições, o Sinapse da Inovação gerou 385 empresas e mais de 1.500 empregos direto, abrangendo 90% dos municípios catarinenses. Já foram geradas 151 patentes e exportados produtos para 36 países.

O ato desta quarta contou com a participação de representantes de alguns dos projetos selecionados, envolvendo empreendedores de todas as regiões do Estado. Robison Wille, da Armatech, de Luserna, no Oeste, por exemplo, está à frente do protótipo de um braço mecânico que possa ser usado como assistente cirúrgico, podendo ser aplicado em diferentes áreas da medicina.

As mulheres também ganharam destaque nesta edição. Liliane Fernandes Antonio, da CHAWork, de Criciúma, integra o grupo que criou uma plataforma inteligente de recrutamento e seleção de profissionais. “Santa Catarina é o sucesso que é hoje graças aos seus empreendedores. Grandes empresas começaram suas trajetórias com projetos pequenos, como as ideias que saem daqui hoje”, acrescentou o governador Colombo.

A lista completa com os 102 projetos será disponibilizada no site da Fapesc.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter