Loading

Pesquisar

Alda Marco Antonio: ‘O 8 de março de 2015 no PSD’

A coordenadora nacional do PSD Mulher fala sobre o trabalho que o partido vem desenvolvendo para ampliar a participação feminina na atividade politica

06 de mar de 2015

Alda Marco Antonio, ex-prefeita e coordenadora do PSD Mulher

No PSD, as comemorações do Dia Internacional da Mulher (domingo, 8) começaram mais cedo. Em janeiro, emissoras de TV e de rádio de todo o Brasil exibiram, ao longo de sua programação normal, centenas de inserções publicitárias do partido chamando a atenção dos telespectadores para a importância da participação feminina na atividade política.

Utilizar o espaço publicitário que a lei oferece para defender a causa da mulher foi a forma que o partido escolheu para demonstrar a importância que dá ao assunto. Com o slogan “O PSD levanta a bandeira da igualdade”, três anúncios (veja aqui) com 30 segundos cada, o partido mostrou, ao longo da programação normal das emissoras, sua visão sobre a participação das mulheres na política.

Em um dos spots, uma jovem lembra que 52% dos eleitores brasileiros são mulheres, mas em contrapartida apenas 51 dos 513 deputados federais e 11 dos 81 senadores são do sexo feminino. Em outra inserção, o mote é a diferença de salários entre homens e mulheres mesmo para atividades iguais. No último spot, uma jovem faz o convite à participação no PSD Mulher.

A contribuição dessa campanha publicitária à causa feminina foi muito bem recebida por espectadores e autoridades. A iniciativa do partido recebeu elogios da Secretaria de Articulação Institucional e Ações Temáticas (SAIAT). Em comunicação enviada à direção do partido, a secretaria parabenizou o PSD Mulher “pela iniciativa do uso do tempo de suas inserções partidárias, na mídia brasileira, em prol de uma sociedade justa e igualitária, a partir do reconhecimento do papel das mulheres no desenvolvimento econômico e social do País”.

A SAIAT é um dos braços da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), um órgão com status de ministério criado em 2003 para combater todas as formas de preconceito e discriminação contra as mulheres.

Assim como aconteceu no ano passado, o PSD dará prosseguimento em 2015 ao seu esforço para ampliar a participação de mulher na vida política. Foi o caso dos encontros regionais realizados em Natal (RN), no final do ano passado, e em Porto Alegre (RS), em fevereiro último. Nesses eventos, reunimos companheiras das duas regiões (Nordeste e Sul), debatemos os caminhos do partido e iniciamos ações para o fortalecimento do PSD Mulher nos respectivos municípios.

Continua sendo realizado um esforço muito significativo no Estado de São Paulo, onde já nos reunimos com companheiras e companheiros de mais de 403 cidades. Esses encontros, realizados nos polos regionais, têm atraído um número grande de integrantes do partido, sempre mostrando entusiasmo excepcional pelo trabalho realizado.

O objetivo é agir de forma intensa para que o partido e o PSD Mulher estejam organizados, o mais breve possível, em todos os Estados e municípios.

Dessa forma, criando canais e espaços para que as mulheres se manifestem e contribuam para o desenvolvimento de nossa nação, acredito que estamos homenageando, neste Dia Internacional da Mulher, as brasileiras de todas as regiões.

Informações Partidárias

Notícias