ESTADOS

Belivaldo anuncia ações contra estragos das chuvas

Atingido por fortes temporais na semana passada, Sergipe tem cerca de mil desabrigados e muitos estragos em pontes e estradas. Governador atua para atender demandas mais urgentes

15/07/2019

FacebookWhatsAppTwitter

 

Desde o início das chuvas, o governador Belivaldo Chagas vem coordenando o trabalho das várias áreas do governo e inspecionando os estragos.

 

 

O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), vem acompanhando desde o fim da semana passada a situação das regiões de seu Estado atingidas por fortes chuvas, que provocaram diversos transtornos para a população. Desde o início das chuvas, o governador vem coordenando o trabalho das várias áreas do governo, mobilizadas para atender às necessidades mais urgentes da população.

Com base nos relatórios dos estragos, atualizados a todo momento, Belivaldo começou nesta segunda (15) a anunciar uma série importante de novas medidas para ajudar na recuperação dos estragos feitos pelas chuvas. Logo cedo, o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe, DER, iniciou nesta segunda a recuperação de uma das pontes sobre o Rio Sergipe, no município de Riachuelo, a 29 km de Aracaju.

O município mais atingido pelas chuvas, de acordo com a Defesa Civil Estadual, Riachuelo tem recebido assistência especial em diversos aspectos.

Além do alto volume de água, que atingiu dezenas de residências, a ponte que interliga o município às cidades de Malhador e Divina Pastora se encontra com a cabeceira comprometida e foi interditada, bem como a ponte de acesso ao município de Santa Rosa de Lima.

No âmbito social, o Governo do Estado está distribuindo, por meio da Secretaria de Estado da Inclusão, da Assistência Social e do Trabalho (Seit), agasalhos e diversos outros mantimentos, como alimentos, colchões, roupa de cama, e materiais de higiene como fraldas, sabonetes, dentre outros insumos, às famílias afetadas pelas chuvas.

Ainda para contribuir e minimizar os efeitos da chuva, o governo tem distribuído, através da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), água potável para os municípios que registraram as maiores dificuldades em relação ao abastecimento, como Riachuelo, Malhador, Boquim, Pedrinhas, Lagarto, Simão Dias, Aquidabã, Carira e Brejo Grande. Ao todo, foram 20 mil litros distribuídos em cada município, com ampliação para outras regiões ao longo do último sábado (13).

Já o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER) está com seis equipes de operação, distribuídas nas rodovias estaduais, fazendo trabalho de sinalização, desobstrução de rodovias devido à queda de árvores, materiais de encostas (areia, rochas, entre outros), limpeza de calhas e retirada de lixos das margens das estradas, minimizando os danos causados pelas chuvas. Mais de 20 trechos de rodovias já receberam os serviços.

Para avaliar os efeitos da chuva no estado, na manhã deste domingo (14), o município de Riachuelo recebeu a visita do secretário Nacional de Defesa Civil, Alexandre Lucas, que esteve em Sergipe sobrevoando a região de Riachuelo.

De acordo com o último balanço divulgado pela Defesa Civil Estadual, no último sábado (13), o número de desabrigados contabilizados é de 913 pessoas em 14 municípios – sendo consideradas desabrigadas pessoas que tiveram que deixar suas casas e encontram-se sob a responsabilidade do poder público, seja através de abrigamento ou do pagamento de aluguel social.

Os dois municípios com maior número de desabrigados continuam sendo Riachuelo (351) e Aracaju (220). Além deles, foram registrados 72 desabrigados em São Cristóvão, 08 em Estância, 39 em Nossa Senhora do Socorro, 18 em Lagarto, 40 em Indiaroba, 16 em Japaratuba, 50 em Laranjeiras, 12 em Umbaúba, 20 em Maruim, 40 em Carmópolis, 19 em Frei Paulo e 03 em General Maynard.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter