ESTADOS

Com nova filiação, PSD da Bahia chega a 98 prefeitos

Senador Otto Alencar (PSD-BA) participou de ato político que marcou a chegada do prefeito de Retirolândia, Vonte do Merim. Partido agora tem 24% dos prefeitos dos 417 municípios baianos

30/09/2019

FacebookWhatsAppTwitter

Senador Otto Alencar disse que o partido cresce para ajudar a Bahia e ao povo baiano, não por ambição de obter cargos

 

Neste fim de semana, o senador Otto Alencar, presidente do PSD na Bahia, participou de ato político em Retirolândia – cidade de 13 mil habitantes a 230 km de Salvador – para a filiação ao PSD do prefeito Alivonaldo Martins do Santos, popularmente conhecido por Vonte do Merim. Com a chegada de Vonte, o partido agora soma 98 prefeitos no Estado, que tem 417 municípios.

O evento reuniu centenas de pessoas da região e lideranças políticas regionais, como ex-prefeitos, vereadores e pré-candidatos do partido às eleições do próximo ano. Em suas intervenções, eles enalteceram a força do PSD e deram boas vindas a Vonte. Segundo eles, o prefeito tem o perfil do PSD, do deputado estadual do PSD Alex da Piatã e do senador Otto Alencar, que é a dedicação ao trabalho em busca de melhor qualidade de vida para as pessoas.

O senador Otto Alencar disse que o partido cresce para ajudar a Bahia e ao povo baiano, não por ambição de obter cargos ou por ficar bem ou mal no governo. “Interessa que os benefícios do governo entrem nas casas das pessoas, como educação, saúde, assistência social. O caminho é esse. Vonte é um bom prefeito, tem trabalhado muito, organizado as coisas e tem intenção de trazer mais investimentos, além de contar com o apoio total do Alex da Piatã”, afirmou Otto.

A grande maioria dos oradores saudou o senador como “futuro governador da Bahia”, mas Otto Alencar diz que ainda é cedo para pensar nisso. “Depende de muita coisa e não apenas do meu trabalho, depende do povo, depende de Deus e como estará a coisa em 2022, quem tiver melhor aceitação perante a população. Estou trabalhando para ter essa possibilidade de disputar um cargo, mas não por ambição, por ganância, por usura que não representa nada. Por enquanto vou cumprindo minha missão de senador e vou fazer o máximo para corresponder”, finalizou.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter