CONVENÇÕES

Nelsinho Trad é confirmado na presidência do PSD-MS

Aclamado com apoio unânime dos diretórios constituídos e de aliados de eleições passadas, o senador do Mato Grosso do Sul disse que sua missão é reestruturar o partido no Estado

17/06/2019

FacebookWhatsAppTwitter

 

A nova executiva, composta por 14 membros, terá três anos de comando da sigla.

 

O senador Nelsinho Trad foi eleito na manhã deste sábado, em convenção estadual do partido, para presidir o diretório regional do PSD em Mato Grosso do Sul. A nova executiva, composta por 14 membros, terá três anos de comando da sigla. “Vivemos um novo tempo na política, as regras eleitorais mudaram e devemos seguir com o nosso slogan Força e Ação”, discursou o senador Nelsinho Trad.

Ele foi aclamado com apoio dos 57 diretórios constituídos (todos os presidentes estiveram presentes no ato) e também de aliados nas eleições passadas, a exemplo do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), do deputado federal Beto Pereira (PSDB), do presidente regional do PSDB Sérgio de Paula, do prefeito de Sidrolândia Marcelo Ascole (PSL) e do presidente regional do PSB Ricardo Ayache.

Em seu discurso, o senador lembrou que não é fácil montar um partido. “O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, me deu a missão de reestruturar o partido até o dia 29 de junho. Dividimos o Estado em três grupos para podermos cumprir o prazo. Hoje estamos oficializando 57 diretórios em Mato Grosso do Sul e, até o final de julho, vamos finalizar o restante”.

Para os 6.392 pessedistas no Estado, o momento é de fortalecimento político rumo às eleições municipais de 2020. “Criamos diretórios para que todos sejam candidatos, vamos fazer o embrião forte do PSD, vai ser o partido forte do Estado”, afirmou o deputado estadual Londres Machado (PSD) com 12 anos de mandato, eleito o primeiro vice-presidente da nova executiva.

Nomeado vogal da executiva, o deputado federal Fábio Trad (PSD) destacou a importância de qualidades na sigla para o fortalecimento político. “Precisamos de um partido pujante, um partido que tenha a expressão viva da esperança. Hoje, muitos estão buscando os radicais. O radicalismo não é o melhor conselheiro para se alcançar as virtudes. Na vida, se exige temperança, o equilíbrio. Aqui está o partido do equilíbrio”, enfatizou o deputado federal Fábio Trad.

Atualmente, o PSD do Mato Grosso do Sul tem representantes nos seguintes cargos eletivos: 1 senador, 1 deputado federal, 1 deputado estadual, 1 prefeito, 1 vice-prefeito e 26 vereadores. “Nas próximas eleições, vamos multiplicar esses números. Esse é o nosso desafio”, disse o presidente do partido aos pessedistas.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter