ENCONTRO

PSD Mulher promove curso de formação com o Insper na Bahia

Durante o encontro, realizado em Salvador e que reuniu filiadas ao partido no estado, foram realizadas atividades de capacitação organizadas pela instituição de ensino

13/11/2023

FacebookWhatsAppTwitter

Entre as participantes, estiveram prefeitas, vereadoras, coordenadoras municipai, lideranças políticas e outras filiadas que deverão ter participação em 2024.

 

Redação Scriptum

O PSD Mulher organizou neste sábado (11), em Salvador (BA), encontro do programa “Formação e participação da mulher na politica/Insper”. As atividades, no bairro do Rio Vermelho, reuniram filiadas ao partido no estado, que tiveram acesso a atividades de capacitação organizadas pelo Insper, instituição de ensino de relevo e destaque em gestão pública, entre outras áreas de atuação.

Entre as participantes, estiveram prefeitas, vereadoras, coordenadoras municipais do PSD Mulher, lideranças políticas com e sem mandato no estado, além de outras filiadas que deverão ter participação ativa no ciclo eleitoral em 2024. Segundo a coordenadora estadual do PSD Mulher, Eleusa Coronel, as participantes devem cumprir o papel de “multiplicadoras” nos municípios em que atuam.

A secretária nacional do PSD Mulher, Ivani Boscolo, que esteve em Salvador, qualificou a atividade baiana como “sensacional” e ressaltou interação entre as participantes e também com a coordenação do encontro. “Acredito que um detalhe marcante foi a participação. Tivemos interação muito expressiva, com troca de experiências, e também com combinar a realidade dessas mulheres com o conteúdo e a capacitação”, disse. Ela apontou que metade das participantes trouxeram experiências pessoais ou levantaram debates junto à organização.

“Este encontro tão significativo mostra também que o PSD está no caminho certo de apoiar as mulheres e fazer com que sejam capacitadas”, completou Ivani.

O debate ocorreu durante todo o sábado e envolveu construção de políticas públicas por mulheres e para mulheres, mas também enfrentamento a temas como violência de gênero convencional e violência de gênero de recorte político, explicou Ivani Boscolo.

E assim como fez a secretária nacional do PSD Mulher, a coordenadora estadual ressaltou que a formação política para mulheres é diretriz de atuação do PSD e também está respaldada por homens que exercem liderança no partido. Elas destacaram a presença, na abertura do encontro, dos senadores Otto Alencar, presidente estadual do PSD-BA, e Angelo Coronel, além do líder do partido na Câmara Federal, Antonio Brito, do deputado federal Diego Coronel e deputado estadual Angelo Coronel Filho, entre outras lideranças no estado.

“Muitas vezes, na luta política a mulher acaba atuando amparada no ímpeto e sua experiência pessoal, mas com uma atividade como esta pode também buscar melhorias e propostas amparadas pelo conhecimento”, disse Eleusa Coronel. “Sabemos que essa luta é importante e não começou agora e que muitas mulheres já buscaram este enfrentamento. É preciso de igualdade entre mulheres e homens, atuando juntos pelo desenvolvimento”, completou.

Ivani e Eleusa ressaltaram o suporte do PSD nacional e o apoio do presidente, Gilberto Kassab, e da coordenadora nacional do PSD Mulher, Alda Marco Antonio.

Selma Souto, que é prefeita de Macarani, disse que “é bom fazer parte de um partido que aposta nas mulheres”. “É preciso que a capacitação seja aliada na busca incessante por políticas públicas para as mulheres e para o desenvolvimento da sociedade no todo.”

O encontro é também um desdobramento do Curso de Formação Política que o partido organizou em dezembro do ano passado em São Paulo, e que reuniu 120 mulheres dos estados brasileiros e do Distrito Federal. As atividades nos estados aconteceram no Rio de Janeiro e em Fortaleza (CE) e seguirão sendo promovidas nas próximas semanas.
Ana Diniz, coordenadora pedagógica do Insper, pontuou quando o evento ocorreu no Rio de Janeiro, em outubro, que a concepção da atividade parte das desigualdades de gênero e discute aspectos para ampliar a participação feminina, além de levar o debate à formulação de políticas públicas.

Justina Santana, filiada ao PSD em Salvador, onde vive há 36 anos, apontou que a atividade permitiu “compartilhar conhecimento”, e agradeceu “ao PSD por oportunizar essa formação a mim e outras militantes baianas”.

A coordenadora nacional do PSD Mulher, Alda Marco Antonio, ressaltou a importância de formação política e disse que a preparação das mulheres para a vida pública é uma das principais estratégias do PSD. Alda lembrou ainda que no calendário político brasileiro se aproximam novas eleições municipais, sendo importante a presença feminina nas disputas nas mais de 5,5 mil cidades do país. “E o PSD Mulher trabalha para que suas militantes estejam preparadas para o debate público, buscando muitas vitórias”, disse.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter