Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Artur Nogueira (SP) melhora aplicação de recursos públicos

Gestão do prefeito Lucas Sia (PSD) avançou em índice do Tesouro Nacional: em um ano subiu da nota 'C' para a 'B' nos indicadores da Capacidade de Pagamento (Capag)

05 de maio de 2022

O prefeito Lucas Sia

Redação Scriptum com Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Artur Nogueira

A Prefeitura de Artur Nogueira permanece cumprindo o plano de governo definido pelo prefeito Lucas Sia, do PSD, para a área financeira. Dessa vez, avançou no Índice de Finanças do Tesouro Nacional, reafirmando a melhora na aplicação de recursos públicos. De acordo com a Secretaria de Finanças, a administração está trabalhando para que o município atinja nota máxima na Capacidade de Pagamento (Capag).

O prefeito Lucas Sia afirma que em apenas um ano de gestão a cidade está melhorando a saúde financeira e passou da nota ‘C’ para a nota ‘B’. “O trabalho está sendo realizado de maneira séria e competente por nossa equipe. Tenho certeza que, cumprindo todas as regras previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal, iremos levar Artur Nogueira ao mais alto patamar de saúde financeira”, disse.

A avaliação vigente se refere ao ano de 2021. Para tanto, o diagnóstico da situação nogueirense foi feito com base no endividamento, poupança corrente e liquidez.

Segundo a secretária de Finanças, Michele Passos, a administração está no caminho certo para cumprir as metas. “Com planejamento dos gastos e equilíbrio das contas públicas, temos total capacidade de atingir o índice superior. Comemoramos o resultado que nos motiva ainda mais a continuar trabalhando com eficiência e transparência”, afirmou.

CAPAG

A análise da capacidade de pagamento apura a situação fiscal dos Entes Subnacionais que querem contrair novos empréstimos com garantia da União. O intuito da Capag é apresentar de forma simples e transparente se um novo endividamento representa risco de crédito para o Tesouro Nacional.

A metodologia do cálculo, dada pela Portaria MF nº 501/2017, é composta por três indicadores: endividamento, poupança corrente e índice de liquidez. Logo, avaliando o grau de solvência, a relação entre receitas e despesa correntes e a situação de caixa, faz-se diagnóstico da saúde fiscal do Estado ou município.

Informações Partidárias

Notícias