Loading

Pesquisar

Energia

Complexo eólico vai abastecer até um milhão de residências

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, inaugurou empreendimento no município de Boninal, na Bahia, que recebeu investimento de R$ 3 bilhões

03 de jul de 2024

De acordo com o ministro Alexandre Silveira, investimentos vão alavancar 30 programas socioambientais

Redação Scriptum com Ministério de Minas e Energia

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, inaugurou nesta quarta-feira (3) o Complexo Eólico Novo Horizonte, em Boninal, na Bahia. O empreendimento tem 94 aerogeradores distribuídos em 10 parques, estrutura suficiente para abastecer até um milhão de residências no País. A obra faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e recebeu investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Banco do Nordeste (BNB).“Essa obra significa um investimento de R$ 3 bilhões para a região, beneficiando os municípios de Novo Horizonte, Boninal, Ibitiara, Piatã, Oliveira dos Brejinhos e Brotas de Macaúbas. Além disso, esses R$ 3 bilhões vão alavancar 30 programas socioambientais nos próximos dois anos. Vamos beneficiar 52 comunidades no interior da Bahia. E é importante destacar: mais que investimento, queremos frutos sociais. Isso é fundamental para garantir aquilo que mais valorizamos no governo do presidente Lula: melhorar a vida da nossa gente “, ressaltou Alexandre Silveira.

O Complexo Eólico Novo Horizonte ocupa uma área de 2,7 mil hectares. Durante as obras, foram gerados 3.200 empregos, com prioridade para a mão de obra local, e implementados programas socioambientais nas 52 comunidades próximas ao empreendimento, o que beneficiou diretamente mais de 4,7 mil pessoas.

Ainda no evento de inauguração, o ministro reforçou o trabalho que vem sendo feito pelo MME para unir cada vez mais desenvolvimento e inclusão social. “O que vemos aqui vai muito além dos bilhões para construção e operação das usinas. São programas socioambientais em andamento em diversas áreas. São compensações ambientais respeitadas e cuidado com as espécies e a biodiversidade, formação técnica para as comunidades e capacitação de professores e formação científica, pensando nas meninas e meninos daqui. Estamos efetivamente trabalhando em prol da melhoria da vida das pessoas. Isso não é promessa, é compromisso planejado e parte fundamental da nossa fé no crescimento do povo baiano”, disse o ministro.

Sistema interligado

O sistema de transmissão do complexo incluiu a construção de uma nova subestação própria de energia elétrica ao longo de 80 quilômetros de linhas de alta tensão, além da ampliação de uma subestação existente que liga o complexo ao Sistema Interligado Nacional (SIN). “Se o Brasil já é líder mundial na transição energética justa e inclusiva — liderando o G20 e sediando a COP — a construção desse complexo nos fortalece ainda mais nesse protagonismo diante das outras nações. O governo do presidente Lula está garantindo investimentos para trazer mais energia para o nosso setor. Esses ventos de oportunidade vão se transformar num vendaval de melhorias para o povo brasileiro. Vendaval de mais emprego e de uma vida mais digna, mais justa e mais feliz”, acrescentou Alexandre Silveira.

Informações Partidárias

Notícias