Loading

Pesquisar

Turismo

Deputado defende incentivos aos parques temáticos

Para Herculano Passos (PSD-SP), a regulamentação do trabalho intermitente e a desoneração de equipamentos importados, entre outras propostas, vão fomentar o turismo e gerar empregos

20 de out de 2016

O deputado Herculano Passos: “Esta e outras propostas vão fomentar o turismo e gerar empregos”

O deputado Herculano Passos: “Esta e outras propostas vão fomentar o turismo e gerar empregos”

O presidente da Comissão de Turismo da Câmara, deputado federal Herculano Passos (PSD-SP), voltou a defender nesta quarta-feira (19) a aprovação de medidas para alavancar o setor, durante audiência pública realizada para debater a implementação de parques temáticos. Entre as medidas em análise está o projeto de sua autoria que regulamenta o trabalho intermitente. “Esta e outras propostas, como a desoneração de impostos para equipamentos importados, vão fomentar o turismo e gerar empregos”, disse.

Herculano reforçou que o segmento dos parques temáticos e naturais está crescendo no país. “Nós estamos vendo os gargalos. Vemos que este segmento está crescendo 15% ao ano, mas poderia crescer muito mais se tiver incentivo do governo, principalmente na redução de impostos e na flexibilização da empregabilidade, entre tantas outras legislações”.

A questão também foi abordada pelo presidente da Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Vinicius Lummertz. “Nós não podemos sonegar o nosso desenvolvimento por burocracia, corporativismo e atraso ideológico. Para isso, temos que rever um conjunto grande de medidas que vão melhorar a condição competitiva do turismo no Brasil.”

O secretário executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves, ressaltou que o governo acredita no setor para fazer o país crescer. “Um dos principais temas que foi colocado pelo presidente foi a geração de empregos e acreditamos que o turismo pode colaborar com a matriz econômica. Porém precisamos consolidar leis de fomentos, programas de incentivo e profissionalização.”

Segundo o presidente do Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat), Alain Baldacci, os gargalos legislativos devem ser eliminados. “Exemplos como os parques da Disney são referência no mundo e grandes grupos estão indo para outros países e não se interessam pelo Brasil devido a esses gargalos. Os brasileiros gastam mais dinheiro em parques temáticos fora do país que em turismo interno.”

Também participaram dos debates a presidente da Empresa Estadual de Turismo do Estado do Amazonas, Oreni Braga e o diretor Geral do Beach Park, Murilo Pascoal.

Informações Partidárias

Notícias