Loading

Pesquisar

CÂMARA

Deputados do PSD entregam prêmio ao Papa Francisco

Os parlamentares levaram ao pontífice a premiação concedida pela Câmara em reconhecimento a pessoas e instituições que contribuíram ativamente para a defesa dos direitos das pessoas idosas

21 de set de 2023 · Castro Neto, Leandre Dal Ponte, Papa Francisco, Prêmio Zilda Arns, Zé Haroldo Cathedral

Parlamentares foram recebidos no Vaticano pelo Papa, com quem conversaram por 40 minutos

Edição Scriptum com site da Liderança do PSD na Câmara

Os deputados do PSD Castro Neto (PI) e Zé Haroldo Cathedral (RR), além da deputada licenciada e secretária da Mulher e Igualdade Racial do Paraná, Leandre Dal Ponte, participaram na na quarta-feira (20), no Vaticano, da entrega do Prêmio Zilda Arns 2023 ao Papa Francisco. Os parlamentares representaram no ato a Comissão de Defesa da Pessoa Idosa da Câmara.

O prêmio reconhece pessoas e instituições que contribuíram ativamente para a defesa dos direitos das pessoas idosas. A premiação é conferida anualmente pela Mesa Diretora da Câmara e consiste na entrega de um diploma de menção honrosa.

Os deputados apresentaram ao pontífice o trabalho que a comissão tem realizado no Brasil para proporcionar à população idosa uma velhice com dignidade, segurança, respeito e qualidade de vida. “Agradeço a generosidade do Papa Francisco por nos receber e nos orientar nesta missão tão nobre que temos em nossas vidas, de cuidar, honrar e proteger a pessoa idosa”, disse o deputado Castro Neto.

Por sua vez, o deputado Zé Haroldo Cathedral destacou a personalidade do pontífice: “Esse encontro particular com o Papa Francisco foi, simplesmente, um dos momentos mais emocionantes da minha vida. Discutimos várias questões do direito da pessoa idosa. Para quem já o acha um papa sensacional, ele é mesmo. É muito bem-humorado. Achamos que fôssemos passar com ele cinco ou dez minutos, mas a conversa durou 40 minutos. Ele mostrou preocupação com muitas questões do Brasil”, contou o parlamentar de Roraima

O prêmio

Criado em setembro de 2017, o prêmio homenageia a pediatra Zilda Arns. Nascida em Forquilhinha, Santa Catarina, em 1934, a médica se notabilizou pela atuação em causas humanitárias e sanitaristas.

Arns foi vítima do terremoto do Haiti ocorrido em janeiro de 2010. Ela estava no país em missão humanitária para implantação de uma Pastoral da Criança na nação caribenha.

Fundadora da Pastoral da Criança e integrante do Conselho Nacional de Saúde, Arns participou da criação da Pastoral da Pessoa Idosa em 2004.

Informações Partidárias

Notícias