Loading

Pesquisar

ESTADOS

Em Sergipe, ação do governo reduz fila de cirurgias

O programa da gestão do governador Fábio Mitidieri (PSD) já realizou mais de 2 mil de operações e tem o objetivo de ampliar a oferta de cirurgias eletivas, diminuindo o tempo de espera dos usuários

20 de set de 2023 · Fábio Mitidieri, hospitasi, saúde, Sergipe

Programa Opera Sergipe realizou mais de duas mil cirurgias em menos de dois meses

Edição Scriptum com Agência Sergipe de Notícias

Lançado há menos de dois meses pela gestão do governador Fábio Mitidieri (PSD), o programa Opera Sergipe já realizou 2.136 cirurgias eletivas. No período de julho a setembro, o Hospital Amparo de Maria, no município de Estância, no Sul do Estado, realizou 973 cirurgias.

Em Lagarto, no centro-sul, no Hospital Nossa Senhora da Conceição, foram feitos 830 procedimentos dentro do Opera Sergipe. Já o Hospital Senhor dos Passos, em São Cristóvão, região metropolitana de Aracaju, deu início aos procedimentos do programa do Governo do Estado em 1º de agosto, e já realizou, até o momento, 333 cirurgias.

A ação do Governo do Estado visa ampliar a oferta de cirurgias, diminuindo o tempo de espera dos usuários para a realização de procedimentos eletivos de média e alta complexidade em todos os 75 municípios sergipanos, garantindo o acesso regulado e a atenção qualificada e humanizada. É importante ressaltar que os pacientes que estão na fila de espera serão priorizados, mas as outras pessoas que desejam ser inseridas no programa podem procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para realizar o cadastro.     

Para ter acesso ao Opera Sergipe, o paciente que ainda não estiver cadastrado pode ir a um dos hospitais credenciados ou à UBS mais próxima, levando os documentos pessoais e o diagnóstico médico. O paciente será encaminhado para consulta com um cirurgião, que irá cadastrar, caso necessário, o usuário no programa. Com o cadastro concluído, será possível acompanhar todo o processo pelo site ou aplicativo ‘Opera Sergipe’, disponível nos sistemas IOS e Android. 

Procedimentos

Os pacientes já regulados passarão por procedimentos cirúrgicos eletivos de média e alta complexidade: histerectomia total; histerectomia com anexectomia; colecistectomia; postectomia; histerectomia (por via vaginal); correção cirúrgica de hidrocele; hernioplastia incisional; hernioplastia umbilical; hemorroidectomia; laqueadura tubária; colpoperineoplastia anterior e posterior; hernioplastia epigástrica; hernioplastia inguinal bilateral; hernioplastia inguinal/crural (unilateral); hernioplastia recidivante.

Informações Partidárias

Notícias