Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Escolas ajudam no combate à violência doméstica em Itapira (SP)

Em Itapira, o prefeito Toninho Bellini (PSD) inclui a Lei Maria da Penha no currículo escolar. Para ele, iniciativa permitirá um futuro “com crianças menos preconceituosas, homens menos machistas e redução nos casos de violência”

09 de set de 2021

O prefeito Toninho Bellini

Em Itapira — cidade do interior do Estado de São Paulo com população estimada em 75 mil habitantes — a gestão do prefeito Toninho Bellini (PSD) vai incluir orientações sobre a Lei Maria da Penha na grade curricular da rede municipal de ensino. A nova disciplina, que tem como objetivo conscientizar os estudantes sobre a importância do combate à violência doméstica, será obrigatória. “Nosso principal objetivo é colocar o assunto em pauta para que no futuro a gente colha bons frutos, com crianças menos preconceituosas, homens menos machistas e uma consequente redução nos casos de violência”, destacou o prefeito.

A execução do projeto será das secretarias municipais de Educação e Promoção Social, que terão o apoio do Centro de Referência Especializado da Mulher (CREM). “A educação tem papel fundamental na prevenção e erradicação da violência, através da desconstrução de comportamentos e de uma nova consciência transformadora. Desde pequenos nossos alunos vivenciam a violência doméstica. Muitas vezes, isso se reproduz em jogos simbólicos e outras situações na escola. Esperamos que a tomada de consciência e reflexão construa novos comportamentos e uma cultura de respeito e paz”, afirmou a secretária de Educação, Regina de Santana Lago Gracini.

A secretária de Promoção Social, Regina Ramil Marella, também ressaltou a importância da iniciativa da Prefeitura. “A ideia é que a gente consiga trabalhar esse tema da violência contra a mulher de uma maneira mais abrangente, que os professores e profissionais da educação possam identificar casos e ser mais um pilar de apoio para essas vítimas.”

Informações Partidárias

Notícias