Loading

Pesquisar

MINISTÉRIOS

Fávaro e setor pecuário apresentam resultados a Lula

Aumento da produtividade, sustentabilidade e qualidade da carne brasileira foram temas do encontro, que reuniu empresários e os ministros Carlos Fávaro e Paulo Pimenta com o presidente

27 de nov de 2023

Reunião do setor com o presidente Lula mostrou crescimento na produtividade e garantia de qualidade dos produtos

Edição Scriptum com Ministério da Agricultura e Pecuária

O ministro da Agricultura e Pecuária, senador licenciado do PSD Carlos Fávaro, reuniu as maiores associações de proteína animal e representantes de pecuaristas de todo o país com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para mostrar os resultados do processo de sustentabilidade na pecuária nacional em reunião no Palácio do Planalto na noite de sexta-feira (24).

Com a participação do ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Paulo Pimenta; da secretária-executiva da Casa Civil, Miriam Belchior; a Associação Brasileira das Indústrias Exportadores de Carnes (Abiec) e da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), foram apresentados os resultados do setor que, além da produção sustentável, tem registrado aumento de produtividade e garantia de qualidade dos produtos para os mercados mais exigentes do mundo.

Por isso, agradeceram ao presidente Lula pelo trabalho de retomada do diálogo junto aos países parceiros. Fávaro ressaltou que, somente neste ano, foram abertos 65 mercados para produtos diversos da agropecuária brasileira.

A conquista dos novos mercados, ampliando as relações comerciais do setor, também permite a geração de novas oportunidades de emprego e geração de renda no Brasil.

Durante o encontro, o presidente Lula afirmou que, em breve, fará o lançamento oficial do programa do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) para a intensificação da produção de alimentos de forma sustentável por meio da conversão de pastagens de baixa produtividade e com alta aptidão para a agricultura, podendo, praticamente, dobrar a área de produção do país em 10 anos sem desmatamento.

Na avaliação do setor pecuário, a medida contribuirá ainda mais para o aumento da produtividade de carnes e proteína animal no Brasil. Desta forma, um dos pontos debatidos durante a reunião foi a ampliação de esforços para a conquista de novos mercados para a proteína animal brasileira bem como a habilitação de novas plantas frigoríficas para a exportação para a China.

Informações Partidárias

Notícias