Loading

Pesquisar

MINISTÉRIO

Fávaro quer ampliar comércio de fertilizantes com países árabes

Em evento que reuniu autoridades brasileiras e árabes em São Paulo, o ministro da Agricultura e Pecuária destacou a importância de parcerias para o desenvolvimento do setor agrícola nacional

25 de out de 2023

Ministro Fávaro: “Precisamos e queremos ampliar as nossas parcerias para garantir o suprimento de fertilizantes”

Redação Scriptum com Ministério da Agricultura e Pecuária

O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, participou nesta terça-feira (24) do encerramento do 2º Global Halal Brazil Business Forum 2023, em São Paulo. Durante o evento que reuniu autoridades brasileiras e árabes, ele afirmou que o Brasil está pronto para incorporar mais 40 milhões de hectares em sua área de produção nos próximos 10 anos, sem desmatamento. Fávaro também deixou claro que pretende contar com parceiros árabes para que esse objetivo seja alcançado. “Alguns desses países são importantes fornecedores de fertilizantes para o Brasil. Precisamos e queremos ampliar as nossas parcerias para garantir o suprimento deste insumo tão relevante à nossa produção. O setor produtivo nacional está preparado para dar continuidade à vocação do nosso País, de ser um grande fornecedor global de alimentos seguros e de qualidade”, disse o ministro.

Fávaro ressaltou que o salto na produtividade nacional será feito com celeridade e sustentabilidade. “Não faremos (essa incorporação de 40 milhões de hectares) sobre a floresta, mas sobre áreas de baixa produtividade em pastagens. A segunda grande novidade é que não precisaremos esperar mais 50 anos, podemos e devemos incorporá-las nos próximos 10 anos.”

O Brasil é o maior produtor e exportador de proteína halal do mundo. Halal é uma palavra árabe que significa permitido. O termo é utilizado para definir um conceito que permeia a alimentação e o uso de produtos cosméticos e farmacêuticos por muçulmanos. As exportações para os países islâmicos cresceram mais de 15 vezes nas últimas duas décadas, passando de US$ 1,9 bilhão, em 1997, para US$ 28,3 bilhões, em 2022. A informação consta em balançado divulgado pela Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura e Pecuária.

Ainda segundo o levantamento, cerca de 17% do total das exportações brasileiras são para os seguintes países: Irã, Arábia Saudita, Egito, Bangladesh, Emirados Árabes Unidos, Turquia, Indonésia, Argélia, Iraque e Malásia. Entre os principais produtos exportados para essas nações estão o açúcar bruto, o milho e a carne de frango. Os países que mais fornecem fertilizantes para o Brasil são Marrocos, Catar, Israel, Egito, Omã, Argélia, Arábia Saudita e Argélia.

Informações Partidárias

Notícias