Loading

Pesquisar

Geraldo Thadeu defende aumento da pena para sequestro relâmpago

O projeto de Lei 3892/2012 estabelece pena de reclusão de sete a 14 anos, além de multa para o autor do crime.

14 de jun de 2012 · Geraldo Thadeu, PSD, sequestro

O deputado federal Geraldo Thadeu (PSD-MG) propôs o Projeto de Lei 3892/2012, que aumenta as penas de reclusão (mínima e máxima) para quem cometer o crime de sequestro relâmpago. O dispositivo foi apresentado no último mês e tramita nas Comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados.

 O projeto de Lei 3892/2012 estabelece pena de reclusão de sete a 14 anos, além de multa para o praticante do “crime cometido mediante a restrição da liberdade da vítima, com intenção de vantagem econômica”.

De acordo com Geraldo Thadeu, se aprovado, o dispositivo vai aumentar o rigor do tratamento penal aos praticantes do crime de extorsão (sequestro relâmpago), com a aplicação de penas mais rígidas. “Essa prática criminosa tem aumentado de forma assustadora. Por isso temos que criar mecanismos que possam inibir e punir esses criminosos”, justifica o parlamentar.

Informações Partidárias

Notícias