Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Guarulhos (SP) investe em programa de combate às enchentes

Iniciativa da gestão do prefeito Guti (PSD) inclui intervenções no rio Baquirivu-Guaçu, construção de reservatórios, entre outras melhorias. Projeto vai beneficiar cerca de 300 mil moradores do município da Grande São Paulo

09 de maio de 2022

O prefeito Guti durante cerimônia de assinatura dos convênios

Redação Scriptum com Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Guarulhos

O prefeito de Guarulhos, Gustavo Henric Costa (PSD), o Guti, assinou contratos com três consórcios responsáveis pelas obras do programa Viva Baquirivu – Um Novo Rio, Um Grande Parque, em evento promovido na sexta-feira (6) no auditório do Paço Municipal. O programa prevê uma série de iniciativas para diminuir as enchentes nos bairros próximos ao rio Baquirivu-Guaçu, que devem beneficiar cerca de 300 mil moradores da cidade da Região Metropolitana de São Paulo.

As obras serão divididas em lotes. O consórcio liderado pela construtora Augusto Veloso trabalhará no lote 1, a partir do final da avenida Natália Zarif. A empresa Etama atuará no lote 2, na região do Cocho Velho, em Cumbica. O consórcio comandado pela DP Barros será o responsável pelo lote 3, que termina no limite com o município de Arujá. “Desde 2017 temos trabalhado para vencer muitos desafios burocráticos e financeiros, com o objetivo de viabilizar o programa Viva Baquirivu. Ele irá acontecer porque conseguimos um aporte financeiro com a Corporação Andina de Fomento (CAF) de US$ 96 milhões, aproximadamente R$ 480 milhões. Essas obras vão mudar a vida de quem mora próximo ao rio Baquirivu e serão motivo de orgulho para Guarulhos”, destacou o prefeito.

De acordo com a Prefeitura, o programa possibilitará a diminuição de cheias com a ampliação da calha do rio, a construção de reservatórios e a recuperação de várzeas, além da implantação do maior parque linear da cidade. A iniciativa abrange, ainda, a construção de ciclovia, pista de corrida, melhorias nas vias urbanas, ampliação dos corredores viários de acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos e adequação dos corredores viários das avenidas Jamil João Zarif e Natália Zarif.

As intervenções devem ser realizadas em um prazo de 30 meses, de acordo com o secretário de Obras de Guarulhos, Francisco Carone. “Nossa luta é para que, quando ocorrer o aumento do nível do rio, a água que vem pelos afluentes chegue ao rio Tietê e, se isso não for possível, que ela fique no Baquirivu e nos piscinões que faremos ao longo dele”, explicou o secretário.

Informações Partidárias

Notícias