Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Guarulhos (SP) lança livro sobre vítimas de violência doméstica

Obra reúne depoimentos de mulheres atendidas pela gestão do prefeito Gustavo Henric Costa, o Guti (PSD)

10 de ago de 2021

O prefeito Guti durante o evento de lançamento do livro

A gestão do prefeito de Guarulhos, Gustavo Henric Costa (PSD), o Guti, promoveu nesta segunda-feira (9), no Teatro Adamastor, o lançamento do livro-reportagem Eleutérias — Mulheres que Romperam o Ciclo de Violência, escrito por Tiago Ortaet. A obra é composta por relatos de moradoras do município da Grande São Paulo e migrantes residentes na cidade que foram atendidas pela administração.

A iniciativa tem como objetivo ampliar a visibilidade das políticas públicas de proteção integral e fortalecer o combate à violência doméstica. O livro poderá ser encontrado nas bibliotecas municipais e equipamentos de atendimento às mulheres. Em PDF, as histórias estão disponíveis aqui.

“Quando a gente fala de violência contra a mulher, nos referimos a algo que afeta toda a família. Precisamos continuar o trabalho e empenhar todos os esforços para que, num futuro próximo, possamos zerar os números de casos na nossa sociedade. É muito importante a união das diversas autoridades que estão aqui hoje, que batalham pela liberdade da mulher, para que o caminho continue sendo de evolução nas políticas públicas”, destacou o prefeito Guti durante o lançamento.

A subsecretária municipal de Políticas para Mulheres, Verinha Souza, disse que o Mapa da Violência contra a Mulher 2021, lançado na última semana, registrou o agravamento do problema. No primeiro semestre deste ano, as delegacias da cidade registraram 4.901 boletins de ocorrência relacionados à violência doméstica. Em 2020, no mesmo período, foram 3.694. “Ao analisar esses dados, constatamos a urgente necessidade de implantação de mais centros de referência na cidade, exatamente nas regiões com mais boletins. Já iniciamos as tratativas”, frisou Verinha.

Neste mês, dentro da programação da campanha Agosto Lilás, que comemora os 15 anos da Lei Maria da Penha, a Prefeitura promoverá palestras e rodas de conversa em escolas públicas e centros educacionais unificados.

Depoimentos

Na Grécia antiga, eleutérias eram festas realizadas em homenagem aos deuses Dionísio e Zeus para comemorar vitórias e a expulsão de tiranos. O livro de Tiago Ortaet traz os depoimentos de oito mulheres que já romperam o ciclo de violência doméstica. As participantes foram ou ainda são atendidas no Centro de Referência de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência Doméstica – Casa das Rosas, Margaridas e Betes. A unidade oferece apoio psicológico, social e jurídico.

Todas as entrevistas foram acompanhadas por assistentes sociais da Subsecretaria de Políticas para Mulheres, que orientaram o autor para que ele abordasse os temas da maneira mais adequada. “Ouvir o relato de mulheres que vivenciaram um inferno particular em suas vidas e saber que o fruto do nosso trabalho é o resgate dessas vidas, dessa família, é muito emocionante. Todos nós somos responsáveis por combater essa atrocidade”, afirmou Tiago.

Informações Partidárias

Notícias