Loading

Pesquisar

EVENTO

Espaço Democrático é ‘a mais ativa fundação partidária do País’

Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, destaca a atuação da entidade em encontro que reuniu lideranças partidárias, consultores e colaboradores. Ele também falou sobre o futuro do partido

20 de dez de 2021

O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab: “Caminhamos para ter protagonismo em 2022”

Redação: Scriptum

A mais ativa fundação partidária do Brasil. Assim o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, definiu o Espaço Democrático – a fundação para estudos e formação política do partido. Foi no último encontro de 2021, em que lideranças partidárias, consultores e colaboradores da fundação, além de convidados e alguns pré-candidatos às eleições de 2022, celebraram os dez anos de vida do Espaço Democrático. Kassab falou do seu entusiasmo com o trabalho que vem sendo feito e destacou, em especial, a atuação de Guilherme Afif Domingos, idealizador do modelo da fundação, seu primeiro presidente e que atualmente dirige o Conselho Consultivo, e de Alfredo Cotait, atual presidente.

Kassab analisou, também, o cenário político para 2022 e previu que o PSD vai sair ainda mais forte das eleições. “Em nossa quarta disputa, a meta é crescer com qualidade”, disse. “Caminhamos para ter protagonismo em 2022: candidatos próprios para a Presidência da República, com o senador Rodrigo Pacheco, e para governos de vários Estados, como Minas Gerais, Paraná, Sergipe, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Maranhão”. Kassab também tem boa expectativa para a eleição legislativa: “Vamos fazer cerca de 60 deputados federais e poderemos sair das eleições com a maior bancada do Senado: dos 11 atuais, oito têm mais quatro anos de mandato, três podem ser reeleitos e pelo menos outros cinco podem se eleger”.

O presidente do Espaço Democrático, Alfredo Cotait, destacou a produção intelectual da fundação ao longo de sua história. “Não há similaridade em nenhum outro partido com o que fazemos”, disse ele, apontando que “aqui cumprimos o dever institucional com a sociedade, fazendo um trabalho efetivo de discussão dos problemas brasileiros, divulgando esses debates por meio de revistas, livros e programas de televisão em nosso canal do Youtube”. O jornalista Sérgio Rondino, coordenador de comunicação do Espaço Democrático, lembrou que em dez anos foram feitos pelo menos 130 eventos – debates, entrevistas e seminários abordando os mais variados temas de interesse do País.

Em dez anos o Espaço Democrático realizou pelo menos 130 eventos – debates, entrevistas e seminários abordando os mais variados temas de interesse do País.

O superintendente da fundação, João Francisco Aprá, agradeceu o empenho dos consultores e colaboradores ligados ao Espaço Democrático, que produzem grande parte do conteúdo publicado no site, no aplicativo e por meio de revistas e livros: os economistas Roberto Macedo e Luiz Alberto Machado, os cientistas políticos Rubens Figueiredo e Rogério Schmitt, o sociólogo Tulio Kahn, o gestor público Januario Montone, o médico Antônio Batista e o advogado e empresário Helio Michelini.

Empresário, ex-ministro e ex-embaixador, Andrea Matarazzo, liderança do PSD e ativo colaborador do Espaço Democrático, lembrou sua longa vida partidária para avaliar o trabalho da fundação: “Foi aqui que vi, pela primeira vez, uma fundação fazer o trabalho que a legislação define que deve ser feito”. Para ele, toda a produção serve de apoio para prefeitos, vereadores, deputados e senadores na discussão dos grandes temas brasileiros: ”Os recursos públicos são, de fato, aplicados na formação política”.

Secretária do Espaço Democrático, Ivani Boscolo, senadora suplente do partido e também ativa participante das reuniões semanais, destacou a variedade e profundidade dos temas abordados. “Eu tenho aprendido muito com as discussões que acontecem”, disse. Secretária do PSD Mulher nacional, Ivani falou sobre como o partido, e em consequência a fundação, oferece espaços seguros para a participação feminina: “O PSD respeita as mulheres, elas participam, são ouvidas e atendidas”.

Integrante do Conselho Consultivo, Ricardo Patah, que preside a União Geral dos Trabalhadores (UGT), uma das maiores centrais sindicais do País, lembrou dos cursos preparatórios oferecidos pela fundação para candidatos a prefeito e vereador do partido e também dos seminários que rodaram o País.

Falando em nome do grupo de consultores do Espaço Democrático, o sociólogo Tulio Kahn tratou da liberdade que todos os colaboradores – a maior parte deles egressos de universidades – têm para debater qualquer tema no ambiente da fundação. “Não há restrições para tratar de temas”, enfatizou. “E temos a liberdade para defender as posições que consideramos apropriadas; o partido pode até não concordar com algumas abordagens, mas nunca tivemos limitações”.

Informações Partidárias

Notícias