Loading

Pesquisar

LUTO

Lideranças lamentam morte de Alberto Pinto Coelho

O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, lembrou que o ex-governador de Minas Gerais foi “um dos grandes conciliadores do Brasil”. O ex-senador Antonio Anastasia também expressou sua tristeza

20 de nov de 2023 · Alberto Pinto Coelho, governdor de Minas Gerais

Alberto Pinto Coelho foi governador de Minas Gerais e deputado estadual por quatro mandatos

Redação Scriptum

Lideranças do PSD lamentaram na segunda-feira (20) o falecimento do ex-governador de Minas Gerais Alberto Pinto Coelho. O presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, afirmou que “o Brasil, Minas Gerais e o PSD perderam nessa segunda um de seus grandes conciliadores, o ex-governador mineiro Alberto Pinto Coelho. Deputado estadual por quatro mandatos, presidiu a Assembleia Legislativa e, eleito vice-governador em 2010, assumiu o governo do Estado em 2014. Meus sentimentos à família e a tantos amigos que fez ao longo de sua trajetória”. 

Alberto Pinto Coelho estava internado no Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, para tratamento de uma leucemia e faleceu aos 78 anos na manhã de segunda. Seu corpo foi velado no Palácio da Liberdade, sede do governo mineiro, que ele chefiou entre abril e dezembro de 2014, após o então governador Antonio Anastasia deixar o cargo.

Em suas redes sociais, o ex-governador e ex-senador do PSD Antonio Anastasia, que hoje é  ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), lamentou o ocorrido. “Minas Gerais perde hoje um de seus mais destacados homens públicos. Alberto Pinto Coelho foi um político exemplar, caracterizado por sua habilidade singular em ouvir, integrar e transformar divergências em consensos. Um político de coração enorme, singular e generoso. Sua trajetória, como deputado, presidente da Assembleia e Governador do nosso Estado, fala por si. Mais do que um companheiro excepcional de governo, perdi um grande amigo, leal, sensível e com imenso amor a Minas Gerais”, escreveu Anastasia.

Informações Partidárias

Notícias