Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Louveira (SP) lança programa de segurança alimentar

Projeto da gestão do prefeito Estanislau Steck (PSD) entrega cestas básicas e Cartão Alimentação de R$ 200 para famílias que têm renda mensal de até um quarto do salário mínimo por pessoa. Prefeitura também fornece capacitação profissional

11 de jul de 2022

Estanislau Steck: ação inclui a entrega de cestas básicas e Cartão Alimentação no valor de R$ 200 para famílias

Redação Scriptum com Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Louveira

Preocupada com a situação de famílias em condição de vulnerabilidade social em Louveira, cidade de 51 mil habitantes do interior do Estado de São Paulo, a gestão do prefeito Estanislau Steck (PSD) lançou o Programa Municipal de Segurança Alimentar (PMSAN). A criação do projeto foi aprovada pela Câmara na última quinta-feira (7). A ação inclui a entrega de cestas básicas e Cartão Alimentação no valor de R$ 200 para famílias que têm renda mensal de até um quarto do salário mínimo por pessoa, o que representa cerca de R$ 303.

De acordo com o projeto, também poderão ser beneficiadas, excepcionalmente, as famílias com idosos ou pessoas com deficiência que tenham renda de até um salário mínimo de benefícios previdenciários ou assistenciais, desde que os benefícios sejam as únicas fontes de renda. Famílias em situação de vulnerabilidade temporária, com renda per capita de até meio salário mínimo, poderão ser atendidas eventualmente pelo programa, após avaliação e parecer técnico do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional. Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social, a criação do projeto considerou o aumento das desigualdades sociais decorrente da crise econômica provocada pela pandemia da covid-19 e a necessidade de reduzir as consequências para a população.

Para receber o benefício, as famílias interessadas devem entrar em contato com a secretaria pelos números (19) 3878-1920 e 99769-0855. Posteriormente, poderão agendar o atendimento presencial para a realização do cadastro no programa. Confira aqui a lista dos documentos necessários.

Ao contrário dos auxílios emergenciais criados durante a pandemia, que aceitavam a comprovação de renda por autodeclaração, o PMSAN atenderá somente moradores que apresentarem documentação que comprove a situação de vulnerabilidade social. Os moradores beneficiados também deverão participar de programas de formação profissional nas áreas de agricultura, meio ambiente e desenvolvimento econômico, que serão oferecidos pela prefeitura.

Informações Partidárias

Notícias