Loading

Pesquisar

Limeira (SP)

Monitoramento permite reconhecimento facial em terminal de ônibus

Sistema implantado pela gestão do prefeito Mario Botion (PSD) funciona com nove câmeras conectadas ao Centro de Operações Integradas (Copi)

14 de jun de 2022

Segundo o prefeito Mario Botion, a implantação das câmeras foi motivada pelo grande número de pessoas que transitam nas plataformas, que pode chegar a 12 mil nos dias úteis

Redação: Scriptum com Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Limeira

Para garantir mais segurança aos passageiros no Terminal Urbano de Limeira, no interior do Estado de São Paulo, a gestão do prefeito Mario Botion (PSD) implantou um sistema de videomonitoramento com inteligência artificial. A tecnologia permite o reconhecimento facial e funciona com nove câmeras conectadas 24 horas por dia ao Centro de Operações Integradas (Copi), da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Civil. O Copi é operado pela Guarda Civil Municipal (GCM). “É um sistema de alta tecnologia que facilitará o monitoramento de todo o terminal de ônibus”, destaca Botion.

Segundo o prefeito, a implantação das câmeras foi motivada pelo grande número de pessoas que transitam nas plataformas, que pode chegar a 12 mil nos dias úteis, de acordo com a Sancetur, concessionária do serviço de transporte coletivo. Além disso, o equipamento opera como central de atendimento remoto, podendo ser acionado por qualquer usuário em caso de emergência. “Basta apertar um botão e falar diretamente com o Copi”, explica o prefeito. O dispositivo, de fácil identificação, foi instalado em uma coluna na parte central do terminal. Botion ressaltou, ainda, que pretende expandir a tecnologia para toda a cidade e instalar os equipamentos, principalmente, nos prédios públicos.

O secretário de Segurança Pública e Defesa Civil, Wagner Marchi, informou que as câmeras têm alcance de até um quilômetro, o que permite o monitoramento da parte de baixo do terminal rodoviário. “Essa tecnologia tem capacidade para identificar mais de 30 atributos de veículos e de pessoas. Futuramente, poderemos inserir bancos de dados de pessoas foragidas da Justiça”, disse o secretário.

Informações Partidárias

Notícias