Loading

Pesquisar

ELEIÇÕES 2022

Parceria entre TSE e WhatsApp facilita combate às fake news

Justiça Eleitoral criou o “Tira-Dúvidas do TSE”, ferramenta que oferece informações relevantes sobre o processo eleitoral e permite aos usuários conferir a veracidade de notícias veiculadas nas redes sociais

28 de abr de 2022

Desde 2018, o tribunal esclarece notícias falsas e garante informação com segurança aos cidadãos

Edição Scriptum com site tse.jus.br

Este ano ficou ainda mais fácil e rápido para as eleitoras e os eleitores que querem esclarecer dúvidas sobre as Eleições Gerais de 2022 em tempo real. É que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) trouxe algumas novidades para o chatbot – assistente virtual – criado em parceria com o WhatsApp dois anos atrás, para promover o acesso a informações relevantes sobre o processo eleitoral. Desde 2018, o tribunal esclarece notícias falsas e garante informação com segurança aos cidadãos.

A principal inovação na ferramenta lançada no início de abril é que a nova versão do “Tira-Dúvidas do TSE”, como é conhecido o robô virtual, permite mais interação com o Tribunal por meio do canal. O objetivo é aumentar o número de usuários cadastrados para receber checagens sobre notícias falsas, bem como oferecer informações sobre serviços da justiça eleitoral e aprimorar a navegabilidade para os usuários.

A confiança em um sistema eleitoral íntegro e seguro é o primeiro passo para que o eleitor possa comparecer às urnas com tranquilidade e exercer a cidadania. Dessa forma, para que as chamadas fake news não atrapalhem esse processo e não causem dúvidas na população, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publica a série de matérias Fato ou Boato. Os textos esclarecem os principais temas em discussão, de forma objetiva.

Confira aqui o que é Fato ou Boato

Além das publicações no portal, são produzidas versões em vídeo no canal do TSE no YouTube, com linguagem simples para que as pessoas possam compartilhar a realidade, especialmente sobre o sistema eletrônico de votação. Todos os conteúdos são produzidos pela Secretaria de Comunicação e Multimídia do TSE.

A iniciativa teve início com a página Fato ou Boato, criada em outubro de 2020, por uma rede de checagem formada pelo TSE em parceria com os 27 Tribunais Regionais Eleitorais e agências especializadas na checagem e análise de afirmações mentirosas sobre o tema. As principais checagens relativas às últimas eleições municipais estão disponíveis na página.

Notícias falsas

Mas o TSE vem, desde 2018, desmentindo notícias falsas que surgiram durante a campanha daquele ano. Na ocasião, o Tribunal montou uma página de esclarecimentos para checar, em tempo real, as principais fake news que circulavam pelas redes sociais e confundiam os eleitores.

Com foco nas Eleições 2022, a parceria entre o Tribunal e profissionais da imprensa que atuam para desmentir boatos sobre o processo eleitoral foi renovada e faz parte do Programa de Enfrentamento à Desinformação. A chamada “Coalizão para Checagem – Eleições 2022” vai atuar durante o ano com o objetivo de averiguar a veracidade de informações que circulam na internet, especialmente nas redes sociais, e que podem interferir de maneira negativa na escolha do eleitor na hora de votar.

Informações Partidárias

Notícias