Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Prefeitura de Rio Claro (SP) investe na inclusão de pessoas com deficiência

Gestão do prefeito Gustavo Perissinotto (PSD) vai investir cerca de R$ 745 mil em equipamentos e na execução de obras para a melhoria da acessibilidade no município do interior do Estado de São Paulo

01 de abr de 2022

O prefeito Gustavo Perissinoto: “Faremos todo o possível para que Rio Claro seja uma cidade com acessibilidade cada vez mais ampla”

Redação: Scriptum com Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Rio Claro

A gestão do prefeito de Rio Claro, Gustavo Perissinotto (PSD), vai investir cerca de R$ 745 mil em ações voltadas à inclusão de pessoas com deficiência no município do interior do Estado de São Paulo. A verba foi conquistada pela prefeitura por meio de convênios firmados com o governo estadual e possibilitará, nos próximos meses, a aquisição de equipamentos e a execução de obras.

Do total de recursos liberados, R$ 250 mil serão investidos em obras de acessibilidade em calçadas. Além disso, a administração municipal vai reservar R$ 351 mil para a aquisição de uma van adaptada, com lugar para três cadeirantes e cinco acompanhantes, que será utilizada no transporte de pessoas com deficiência a eventos culturais e sociais. “Atribuímos imensa importância à inclusão e faremos todo o possível para que Rio Claro seja uma cidade com acessibilidade cada vez mais ampla”, destaca Gustavo Perissinotto.

O prefeito anunciou os investimentos durante o Piquenique Inclusivo, promovido no último sábado (26) na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade. O evento contou com a secretária estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão, e diversas autoridades municipais.

Outro convênio, de R$ 51 mil, vai viabilizar a instalação de playground adaptado no Lago Azul, o principal parque da cidade, que já conta com academia ao ar livre para deficientes. Com a parceria entre o município e o governo estadual, mais uma academia ao ar livre, similar, deverá ser instalada no pátio aberto em frente ao Centro de Habilitação Infantil, na Vila Cristina, com investimento de R$ 45,7 mil.

O município também vai receber kit de acessibilidade para a biblioteca do Centro Cultural. O aparelho, orçado em R$ 28 mil, conta com scanner para leitura e régua em braile. “As pessoas com deficiência visual terão acesso a praticamente todas as obras da biblioteca”, explica o secretário municipal de Cultura, Dalberto Christofoletti.

A prefeitura investiu, ainda, R$ 18,8 mil na aquisição de três cadeiras de rodas adaptadas para trilhas na Floresta Estadual, uma das áreas verdes mais importantes do Estado de São Paulo. “Rio Claro está atenta às necessidades das pessoas com deficiência e às exigências da Lei Brasileira de Inclusão”, garante o assessor municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Paulo Meyer.

Informações Partidárias

Notícias