Loading

Pesquisar

SAÚDE

Projeto garante prioridade a pacientes com câncer

Apresentado pelo deputado Danrlei de Deus (PSD-RS), projeto estabelece até sete dias corridos para que os planos de saúde disponibilizem ao paciente o tratamento solicitado pelo seu médico

20 de abr de 2021

O deputado Danrlei: “Muitos têm enfrentado dificuldade ao tentar acessar o tratamento de neoplasia maligna junto aos planos de saúde”

Os planos de saúde podem ser obrigados a obedecer a prazos para iniciar os tratamentos em pacientes de câncer. Esse é o objetivo de projeto apresentado na Câmara pelo deputado federal Danrlei de Deus (PSD-RS). De acordo com o parlamentar gaúcho, “sabe-se que o tratamento precoce para uma neoplasia maligna pode ser determinante para a vida do paciente e que as chances de sobrevida reduzem quando a neoplasia se estende a outros órgãos. Muitos têm enfrentado dificuldade ao tentar acessar esse tratamento junto aos planos de saúde”.

A proposição apresentada (PL 1215/21) estabelece prazo de até sete dias corridos para que as operadoras de planos de saúde disponibilizem ao paciente o tratamento solicitado pelo médico assistente. No caso de o paciente receber diagnóstico de metástases, a disponibilização do tratamento prescrito pelo médico assistente deverá ocorrer em até 48 horas.

Assim, se as condições clínicas do paciente permitirem, o tratamento poderá ser iniciado o mais breve possível. “Mesmo com diagnóstico de neoplasia maligna, há demora para a realização de cirurgias, radioterapia ou mesmo para a liberação de medicamentos de alto custo”, disse Danrlei.

O parlamentar informou que o prazo para os planos de saúde privados é menor que o estipulado em lei para o Sistema Único de Saúde, que atualmente é de 60 dias para início do tratamento. “Esse prazo pode ser excessivamente longo, o que pode piorar o prognóstico da doença. Por isso a importância da avaliação do grau de disseminação do câncer. A possibilidade de melhora de um paciente com a doença restrita ao órgão de origem é muito maior comparando-se com situações em que a doença já se estende a outros órgãos.”

Informações Partidárias

Notícias