Loading

Pesquisar

REPÚDIO

PSD Mulher condena violência contra vereadora de Caçapava (SP)

Direção nacional do núcleo feminino divulga nota de repúdio contra intimidação sofrida por Dandara Gissoni, do PSD, em sessão legislativa no município de Caçapava, no interior paulista

06 de maio de 2022

Imagens mostram o momento em que Wellington Felipe aperta o rosto de Dandara Gissoni

Redação: Scriptum com Uol

Em nota oficial, o PSD Mulher Nacional manifestou repúdio contra a violência política sofrida pela vereadora Dandara Gissoni, do PSD de Caçapava, município de cerca de 95 mil habitantes do interior do Estado de São Paulo. A parlamentar foi vítima de intimidação praticada por outro parlamentar da cidade, Wellington Felipe (Cidadania), durante sessão legislativa realizada no último dia 26. A sessão foi transmitida pelas redes sociais, mas o caso só ganhou repercussão após o pronunciamento feito por Dandara na terça-feira (3).

Imagens divulgadas pela vereadora mostram o momento em que Wellington se aproxima e aperta o rosto da parlamentar. “Até pensamos em escrever: ‘Em pleno 2022, ainda precisamos falar de machismo nos espaços públicos. Mas nós já fizemos isso em 2019, 2020 e 2021. Parece que nada é efetivo contra esses comportamentos, nada aparenta fazer com que essas atitudes sejam extintas. O único jeito é fazer com que as mulheres ocupem pelo menos metade dos cargos eletivos. Não é um pedido de socorro, é um aviso”, diz um dos trechos da nota.

No texto, o PSD Mulher presta “solidariedade à vereadora” e ressalta o orgulho “por ter uma mulher forte e batalhadora no nosso quadro de companheiras.” Ainda segundo a nota oficial, o núcleo feminino considera “grotesco” o episódio e espera “que as consequências estejam à altura do ato”.

O texto é assinado pela coordenadora nacional do PSD Mulher, Alda Marco Antonio, a secretária do PSD Mulher Nacional, Ivani Boscolo, e a vice-coordenadora Adriana Flosi.

Informações Partidárias

Notícias