Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Rio pretende dispensar uso de máscaras até novembro

O prefeito Eduardo Paes (PSD) anuncia planejamento para que a cidade volte à normalidade no dia 15 de novembro, com 90% da população vacinada. Mas avisa: se os índices aumentarem, plano será adiado

29 de jul de 2021

Paes, que definiu o plano como “conservador” e “otimista”, admitiu contudo a possibilidade de adoção de recuos, caso haja aumento nos índices.

Se depender dos planos do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), o próximo dia 15 de novembro marcará o fim das obrigatoriedade de uso das máscaras faciais na cidade. Elas só permanecerão obrigatórias nos trens, ônibus, metrô e hospitais. Paes anunciou na quinta-feira (29) um planejamento para retomada das atividades na capital fluminense.

O calendário prevê a reabertura de estádios ao público vacinado, boates, casas de show e liberação da capacidade para atividades em locais fechados. Paes, que definiu o plano como “conservador” e “otimista”, admitiu contudo a possibilidade de adoção de recuos, caso haja aumento nos índices.

O planejamento tem três datas-chave: 2 de setembro, 17 de outubro e 15 de novembro. Em cada uma delas, a cidade estima o aumento de pessoas vacinadas. Em 2 de setembro, espera-se 54% da população adulta completamente vacinada. No dia 17 de outubro, a prefeitura estima que os números subam para 65%.

Em 15 de novembro, a previsão é de que 90% da população adulta esteja vacinada com duas doses. A partir da primeira data, o Rio prevê a liberação de eventos abertos e de 50% de público nos estádios, com todos os presentes vacinados. Em ambos os casos, será exigido o uso de máscaras e álcool gel.

Na segunda data, 17 de outubro, boates e casas de show poderão funcionar no mesmo esquema dos estádios, com capacidade de 50% e todos vacinados. A partir desta data, também, os estádios poderão funcionar com capacidade completa, mas todos os presentes deverão estar vacinados.

A expectativa de Paes é de que também não seja mais necessário controlar a capacidade dos locais e o distanciamento entre pessoas.

Informações Partidárias

Notícias