Loading

Pesquisar

SAÚDE

Senadora debate vacinas e pessoas com deficiência

Mara Gabrilli (PSD-SP) está em missão oficial em Genebra, na Suíça, representando o Senado e o Congresso. Em reuniões na ONU e na OMS, ela discutiu novas parcerias entre o SUS e as instituições

25 de set de 2023 · Mara Gabrilli, OMS, ONU, pessoas com deficiência, Senado, vacinas

Senadora discutiu na ONU ferramentas para desenvolver políticas públicas mais eficientes

Edição Scriptum com Agência Senado

Representando o Senado e o Congresso, a senadora Mara Gabrilli (PSD-SP) está em missão oficial em Genebra, na Suíça. Ela participou da 54ª Sessão do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) e de reuniões com representantes da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Mara teve um encontro com Alarcos Cieza, diretora da OMS que comanda a área de saúde e reabilitação de pessoas com deficiência. Elas discutiram a possibilidade de novas parcerias entre a organização internacional e o Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com a senadora, a OMS publicou em 2022 um relatório global sobre a saúde das pessoas com deficiência, em que destacou os desafios experimentados por esse público e as desigualdades na área da saúde.

Segundo dados do relatório, pessoas com deficiência podem morrer até vinte anos mais cedo em comparação a pessoas sem deficiências, em razão do maior risco de desenvolverem diabetes, problemas cardiovasculares, derrames e outras doenças.

“Fiquei muito satisfeita em conhecer o Guia de Ação sobre Deficiência, desenvolvido pela OMS para auxiliar países a progredirem no acesso igualitário à saúde para pessoas com deficiência. Soube que já há programas-piloto na Tunísia, no Nepal e em alguns outros países. Minha expectativa é que chegue também ao Brasil, porque essa orientação técnica de uma organização da estatura da OMS é fundamental para desenvolvermos políticas públicas mais efetivas à saúde”, afirmou a senadora.

A parlamentar  defendeu a cooperação entre os Poderes Legislativo e Executivo na defesa do acesso universal a vacinas e cobrou do governo federal apoio ao tratado internacional sobre pandemias, em discussão desde 2021 na OMS.

Segundo Mara Gabrilli, houve reuniões com representantes da Argentina, Equador, Eslovênia, Irlanda, México, Paraguai, Peru e Reino Unido sobre temas relacionados à saúde das pessoas com deficiência, e para a troca de experiências e de boas práticas legislativas já adotadas nesses países para a inclusão desse público.

A senadora reuniu-se também com o diplomata Tovar da Silva Nunes, representante permanente do Brasil junto à ONU, para tratar da entrada do Brasil na Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (Cern), maior laboratório de física de partículas do mundo.

Ela teve, ainda, conversa com Jorge Araya, secretário do Comitê dos Direitos das Pessoas com Deficiência da ONU, sobre os resultados do trabalho do órgão. A senadora vai participar do monitoramento dos direitos das pessoas com deficiência de 188 países.

Informações Partidárias

Notícias