Loading

Pesquisar

JUSTIÇA ELEITORAL

Urna eletrônica evolui e oferece segurança e agilidade às eleições

Textos do Tribunal Superior Eleitoral mostram como o sistema eletrônico de votação vem sendo aprimorado no País desde 1996 e hoje é sinônimo de rapidez e transparência na apuração dos votos

23 de dez de 2021

Implementado no Brasil a partir de 1996, o sistema eletrônico de votação vem sendo constantemente atualizado pela Justiça Eleitoral e hoje a urna eletrônica é sinônimo de segurança e de transparência, permitindo que a população brasileira conheça no mesmo dia da votação as candidatas e os candidatos eleitos. Ou seja, a totalização dos votos, que antes demorava mais de uma semana quando a votação ocorria por meio de cédulas de papel, atualmente leva poucas horas para acontecer.

Nas eleições do próximo ano, quando os brasileiros vão escolher o novo presidente da República, assim como governadores, senadores e deputados, não será diferente. Máquinas mais modernas, rápidas e com arquitetura diferenciada estarão prontas para receber os votos da população, com as inovações e melhorias trazidas com o novo modelo de urna eletrônica (UE2020), que começou a ser produzido no mês de novembro.

Para mais informações sobre o sistema eletrônico de votação, clique nos links abaixo e leia textos produzidos pela área de comunicação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre o tema.

Urna eletrônica: tecnologia garante agilidade na apuração de votos

Mais moderna, rápida, segura e inclusiva: modelo 2020 da urna eletrônica traz uma série de inovações

Urna eletrônica: a cada ano, equipamento acompanha a evolução tecnológica

Informações Partidárias

Notícias