Loading

Pesquisar

EVENTO

Vice-presidente do Congresso é o novo filiado do PSD

Na presença de lideranças nacionais do partido, o deputado Marcelo Ramos, do Amazonas, assinou sua ficha de filiação ao PSD. “A boa política se encontra no centro, no diálogo e na tolerância”, disse

09 de fev de 2022

O deputado Marcelo Ramos (de azul, à esq), ao lado do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (centro) e do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab

Redação Scriptum com assessoria de comunicação do deputado

Algumas das principais lideranças nacionais do PSD participaram na quarta-feira (9), em Brasília, do evento de filiação do deputado federal do Amazonas, Marcelo Ramos, ao partido. Vice-presidente da Câmara e primeiro vice-presidente do Congresso, Ramos foi recebido na legenda pelo presidente nacional, Gilberto Kassab; pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG); e pelo presidente da sigla no Amazonas, senador Omar Aziz. Também estavam presentes o líder do PSD na Câmara, Antônio Brito (PSD-BA); o deputado Sidney Leite (PSD-AM); e lideranças políticas de diversos partidos.

O parlamentar amazonense explicou que quatro motivos o levaram a se filiar ao PSD. “Primeiro por ocupar o centro político ideológico, que busca construir um projeto moderado, porque penso que a boa política se encontra no centro, no diálogo, na tolerância e no respeito à diversidade. Segundo porque tem quadros capazes de formular e refletir sobre os Estados e o país. Pela certeza de que não estaremos no palanque do presidente da República e, por fim, por ser essencialmente liberal na economia”, disse Ramos.

O presidente do partido, Gilberto Kassab, falou sobre a importância que o momento representava ao PSD e destacou a inteligência de Marcelo Ramos. “Um parlamentar exemplar, admirado por todos por sua liderança no Amazonas, que chega num momento em que PSD cresce. Marcelo será referência para outros que possam ver o PSD uma forma de fazer política com seriedade e transparência. Uma honra ter agora o presidente e o vice-presidente do Congresso”, revelou o presidente do PSD.

Rodrigo Pacheco definiu Marcelo Ramos como “alguém com capacidade enorme de diálogo e inteligência”

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, destacou o que considera um diferencial de Marcelo Ramos na política. “Meu vice-presidente no Congresso Nacional, alguém com capacidade enorme de diálogo e inteligência. Quando o Marcelo me liga sempre vem com alguma ideia ou solução. E ele conduziu de forma magistral diversas sessões do Congresso em minha ausência”, afirmou.

Ao lembrar das semelhanças entre a sua trajetória e a de Marcelo Ramos, Omar Aziz disse que ambos iniciaram na vida pública tendo sido vereadores e deputados estaduais. “Eu, Marcelo e o Sidney Leite somos amigos há muito tempo. Vamos buscar eleger os dois deputados federais no meu Estado, mas creio que podemos fortalecer ainda mais a social democracia com a presença do Marcelo, um deputado atuante e querido pelos colegas e pelos senadores”, afirmou.

No evento, Marcelo Ramos fez saudação especial ao presidente do PL, Valdemar Costa Neto, e aos parlamentares Soraya Santos (PL-RJ) e Júnior Mano (PL-CE) ex-colegas presentes na cerimônia. Segundo ele, um reconhecimento ao partido que o permitiu chegar à 1ª vice-presidência da Câmara. Ramos fez ainda menções ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e citou nominalmente a representantes do PSD, mas também de outras siglas que estavam na cerimônia.

Informações Partidárias

Notícias