Loading

Pesquisar

ESTADOS

Eduardo Leite apresenta realizações no Rio Grande do Sul

“O crescimento que observamos é apenas o início de uma história a ser contada”, disse o governador gaúcho ao apresentar balanço sobre o ajuste de contas do Estado e investimentos realizados

16 de mar de 2022

O governador Eduardo Leite: “Propusemos uma agenda de reformas estruturantes, entre elas a nossa reforma da previdência, e revertemos cenário negativo”

Redação Scriptum com site rs.gov.br

O governo do Rio Grande do Sul fechou 2021 com superávit de R$ 2,55 bilhões e triplicou os investimentos em relação ao ano anterior. Esse foi um dos dados apresentados pelo governador Eduardo Leite em reunião-almoço promovida na quarta-feira (16) pela Federação de Entidades Empresariais do Estado (Federasul).

O Salão Nobre do Palácio do Comércio, no Centro de Porto Alegre, ficou lotado para a palestra “O Rio Grande do Sul virou o jogo”, sobre as medidas que viabilizaram o ajuste de contas do Estado e os investimentos históricos que estão sendo promovidos por meio do programa Avançar. Também acompanharam o evento o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior e secretários de Estado.

Veja aqui dados sobre a economia gaúcha em documento apresentado por Eduardo Leite

Ao detalhar medidas adotadas pelo governo ao longo dos últimos anos, o governador disse que, ao assumir o governo estadual, em 2019, “o Estado acumulava mais de R$ 1 bilhão em dívidas da saúde, devia aos municípios, aos hospitais e atrasava salários. A nossa despesa com pessoal crescia 5% ao ano. Propusemos uma agenda de reformas estruturantes, entre elas a nossa reforma da previdência, que foi reconhecida como a melhor nacionalmente, e revertemos esse cenário”.

Leite destacou ainda a importância da agenda de concessões e privatizações. Com as contas regularizadas e salários em dia, os recursos oriundos das privatizações não foram drenados para o pagamento de despesas. Em vez disso, as receitas extraordinárias foram transformadas em investimentos. O programa Avançar, lançado em junho de 2021, garante desembolsos históricos para todas as áreas.

Relação com municípios

O governador gaúcho detalhou ainda que “houve um aumento expressivo da capacidade do Estado de investir com recursos próprios. No total, já anunciamos mais de R$ 5,6 bilhões. Somente na Segurança Pública, foram mais de R$ 280 milhões, o que é equivalente ao dobro da soma dos últimos 13 anos de investimentos na área. São, portanto, 26 anos de investimentos na segurança que estamos fazendo neste ano. No sistema prisional, são quase R$ 500 milhões que vão significar avanços históricos, como a construção de um novo presídio central. Em pavimentação, são mais de R$ 300 milhões em municípios de todo o Estado. Não há cidade do Rio Grande do Sul que não vá ter obras acontecendo neste ano com a participação do Estado. Isso tudo é exemplo da virada de jogo”.

Eduardo Leite destacou a aproximação do Estado com os municípios também como um legado do governo. “Investimos para melhorar a qualidade de vida nas cidades, porque um Estado com futuro é aquele que convence os seus melhores talentos a permanecerem para viver, empreender e constituir família. E para que as pessoas queiram permanecer aqui, é preciso segurança pública, infraestrutura, saúde de qualidade e cidades onde as pessoas tenham prazer de viver. Por isso intensificamos nossa relação com os municípios”, afirmou.

O governador disse que o crescimento econômico do Rio Grande do Sul vem sendo maior do que o do Brasil, e que manter esse cenário exige responsabilidade. “Mesmo com a pandemia e a estiagem, o Rio Grande do Sul cresceu mais do que o dobro do país no acumulado de 2019 a 2021. O crescimento que observamos é apenas o início de uma história a ser contada. Se não nos desviarmos do rumo, o que nos aguarda é algo ainda melhor. Não podemos cair em gastos que as contas do Estado não suportem. É preciso sustentabilidade nas contas e a sociedade deve estar atenta ao que virá, para que não tenhamos que fazer novamente ajustes amargos lá na frente por conta de irresponsabilidades”, disse.

Informações Partidárias

Notícias