Loading

Pesquisar

SAÚDE

Enxerga Sergipe já atendeu mais 4,8 mil pacientes

Programa de saúde visual criado há um ano pela gestão do governador Fábio Mitidieri (PSD) atende população de todo o Estado

17 de jun de 2024

Ainda neste mês estão previstas mais 500 novas cirurgias pela regional de Lagarto, no interior do Estado.

Edição Scriptum com Agência Sergipe de Notícias

Criado pela gestão do governador Fábio Mitidieri (PSD) com o objetivo de reduzir o tempo de espera pelos procedimentos oftalmológicos, o programa  Enxerga Sergipe, lançado em junho de 2023, já atendeu mais de 4.863 pacientes, com muitas histórias de superação contadas ao longo de um ano. Ainda neste mês, por exemplo, estão previstas mais 500 novas cirurgias pela regional de Lagarto, cidade de 106 mil habitantes no interior do Estado.

No período, sergipanos que estavam à espera de atendimento tiveram o bem-estar, qualidade de vida e a saúde ocular restaurados pelo programa do Governo do Estado. Das cirurgias realizadas, 1.450 foram de catarata e 160 de pterígio pela regional de Nossa Senhora de Socorro, 1.608 procedimentos da regional de Itabaiana, 912 de Estância, 390 de Lagarto e 343 de Propriá.

“No primeiro momento, as sete regiões de saúde optaram por realizar os procedimentos de catarata, pois ela cega. Já o pterígio gera incômodo devido ao surgimento da carnosidade no olho, que vai cobrir o globo ocular, mas que não compromete a visão”, explicou a coordenadora do programa na Secretaria Estadual da Saúde, Cláudia Pardo.

Histórias de esperança 

A alegria de poder enxergar de forma nítida é uma das vontades mais expressivas dos pacientes. O motorista José de Oliveira, de 59, contou que o processo até a realização de sua cirurgia foi muito rápido. “É um alívio muito grande saber que estou solucionando a catarata. Como motorista profissional, a visão turva e embaçada estava me impedindo de trabalhar e, consequentemente, prejudicando a minha renda. Mas, agora estou livre desse problema”, relatou.

Quem também foi beneficiada pelo programa foi a aposentada Maria de Nazareth de Barros, 69, que expressou a dificuldade de realizar atividades do cotidiano, mas se encheu de esperança pela realização do procedimento. “A minha visão começou a ficar turva e procurei um serviço de saúde, onde foi constatada a necessidade de cirurgia. Sinto muita dificuldade devido à catarata em realizar tarefas simples do dia a dia como catar o feijão, além de já ter tropeçado algumas vezes, mas agora sei que tudo isso vai melhorar”, disse.

O Enxerga Sergipe é uma parceria do Governo do Estado com os municípios sergipanos. Para ter acesso ao Enxerga Sergipe, o paciente precisa ser diagnosticado com catarata ou pterígio por um médico oftalmologista, seja em consulta pública ou privada, e procurar a Secretaria da Saúde da cidade em que reside, para que seja atendido nos municípios sedes das regiões de saúde.

Informações Partidárias

Notícias