Loading

Pesquisar

ESTADOS

Hospital da Criança começa a funcionar em Aracaju

O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), inaugurou a nova unidade de saúde e anunciou avanços em outras áreas de atendimento médico. “O objetivo é melhorar cada vez mais”, disse

26 de out de 2021

O governador Belivaldo Chagas durante inauguração da unidade que será referência em atendimento de baixa e média complexidade.

A partir da próxima semana, o Hospital da Criança começa a funcionar em Aracaju. O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), inaugurou na segunda-feira (25) a nova unidade de saúde, que será referência em atendimento de baixa e média complexidade. Sua implantação vai ampliar a oferta de leitos por demandas espontâneas e referenciadas de urgências pediátricas, nas especialidades clínicas e cirúrgicas. O Governo do Estado investiu R$ 5,8 milhões na implantação do hospital.

De acordo com o governador, “é um momento histórico para a saúde de Sergipe e, em especial, para a área da pediatria”. Segundo ele, o hospital será uma porta aberta para as emergências na área pediátrica, podendo também realizar cirurgias médias. “A partir do Hospital da Criança a gente pode dizer que temos um complexo voltado à área da pediatria, além do Banco de Aleitamento Materno e também a ala de retorno para as crianças que nascem com alguma complicação e precisam desse atendimento. Fico muito feliz, pois a partir do dia 5 de novembro o primeiro hospital dedicado à criança no Estado já começa a receber os primeiros pacientes”, disse Belivaldo, destacando que isso vai desafogar a demanda em outras unidades de saúde.

O governador explicou ainda que o novo hospital permitirá reformas em outras unidades, reforçando o atendimento de alta complexidade na capital sergipana. “A parte de alta complexidade também vai passar por melhorias e a gente vai fazer com que outras ações voltem a funcionar. Então, há um planejamento para incrementar as ações e o objetivo principal é melhorar, cada vez mais, o atendimento à população sergipana”, concluiu.

Ao todo, aproximadamente 430 profissionais trabalharão na unidade

Atendimento humanizado

Dentre as especialidades médicas em pediatria, o hospital contará com otorrinolaringologista, oftalmologista, cardiologista, cirurgião pediátrico, hematologista, ultrassonografista, radiologista, infectologista, neurologista e pediatra intensivista. Além da equipe multiprofissional assistencial de enfermeiro, técnico de enfermagem, psicólogo, assistente social, nutricionista, fisioterapeuta, biomédico, técnico de laboratório e outros. Ao todo, aproximadamente 430 profissionais trabalharão na unidade, entre profissionais da saúde e da área administrativa.

Informações Partidárias

Notícias