Loading

Pesquisar

Paraná

Londrina abre licitação para reconstruir 10 pontes

Para contratar os serviços, o Município deve investir recurso federal de R$ 6.625.600,00 do Ministério da Integração Nacional

01 de ago de 2016

Ponte da estrada Paiquerê/Guairacá

Ponte da estrada Paiquerê/Guairacá

A Prefeitura de Londrina, comandada por Alexandre Kireeff, publicou na última sexta-feira (29), edital de licitação para a contratação de serviços de reconstrução de dez pontes que foram danificadas pelas fortes chuvas ocorridas na região em janeiro deste ano.

O processo licitatório para a contratação das empresas que irão realizar as obras de reconstrução das pontes vai ocorrer na modalidade de Regime Diferenciado de Contratação (RDC). O objetivo é promover a contratação integrada de serviços técnicos especializados de engenharia abrangendo três fases: Elaboração dos Projetos Básicos, Projetos Executivos e Execução de Obras de Arte Especiais no município de Londrina.

Essa é a primeira vez que a modalidade de execução de obras por RDC é adotada pelo município. Ao todo, devem ser investidos até R$ 6.625.600,00 para a contratação dos serviços. O recurso é proveniente do Governo Federal e foi liberado por meio do Ministério da Integração Nacional.

Licitação – A disputa das empresas que irão participar da licitação ocorrerá de forma presencial, será aberta e sob regime de contratação integrada, com julgamento que será feito de acordo com o menor preço ofertado para cada um dos dez lotes, referentes às dez pontes em questão. Os envelopes com as propostas devem ser entregues até as 12h45 do dia 22 de agosto. Cada lote terá disputa separada para a prestação do serviço de engenharia com a execução de obra.

As licitantes com as três melhores propostas serão autorizadas a competir no lance. A empresa vencedora de cada lote terá prazo de cinco dias para assinar o contrato, a partir da notificação feita pela Comissão de Licitação, e 15 dias para efetuar 5% de garantia, quantia que será exigida, de forma antecipada, em cima do valor total ofertado na assinatura do contrato. O acervo técnico de experiência neste tipo de obra, exigido previamente para cada lote, está contido no Edital.

Investimentos – A administração municipal investiu, até agora, pelo menos R$ 20 milhões em obras emergenciais e no restabelecimento de serviços em 80% dos quase 400 pontos prejudicados pelo evento climático ocorrido em Londrina, em janeiro deste ano. Num primeiro momento, foi priorizada a recuperação de pontos localizados em áreas que oferecem risco à vida, tendo sido realizada a recuperação de serviços públicos essenciais e resolvidas situações relacionadas às áreas isoladas na zona rural. A Prefeitura de Londrina realizou várias ações emergenciais, incluindo vistoriais em imóveis, recuperação de escolas, centros municipais de Educação Infantil e Unidades Básicas de Saúde, além de pavimentação asfáltica de diversas vias urbanas e recuperação de pontes e estradas rurais.

Pelo Formulário de Informações de Desastre (FIDE), embasado pela Defesa Civil Estadual e homologado pelo Governo Federal, o valor do prejuízo em Londrina é de R$ 70.331.075,44, enquadrados nos critérios técnicos do Ministério da Integração Nacional. Os prejuízos totais ultrapassaram os R$ 95 milhões, incluindo bens públicos e privados, mensurados pela Defesa Civil. Entretanto, alguns itens como os danos em parques e prejuízos com a agricultura não foram contabilizados.

Informações Partidárias

Notícias