Loading

Pesquisar

ESTADOS

Petecão busca recursos para enfrentar inundações

Senador do PSD-AC quer ajuda urgente para os municípios atingidos pelas enchentes. Mais de 11 mil pessoas já foram afetadas pelas chuvas que atingem o Estado desde a semana passada

27 de fev de 2024

O senador Sérgio Petecão se reuniu com o ministro Waldez Góes para buscar ajuda urgente para as cidades atingidas pelas enchentes.

Edição Scriptum

O senador Sérgio Petecão (PSD-AC) está atuando para levar recursos às mais de 11 mil pessoas que foram impactadas pelas fortes chuvas que atingem seu Estado desde a semana passada. Já são 5.402 pessoas desabrigadas e 5.720 desalojadas. Segundo o governo do Acre, há 58 abrigos públicos em funcionamento nas dez cidades mais críticas. Foi declarada situação de emergência em 17 dos 22 municípios acreanos. O município de Jordão, com pouco mais de 9 mil habitantes, vive uma das situações mais críticas, com 80% da população atingida pelas águas do rio Tarauacá.

Na manhã de segunda-feira (26), o senador Sérgio Petecão esteve em reunião com o ministro Waldez Góes, da Integração e Desenvolvimento Regional. O objetivo do encontro foi buscar ajuda urgente para as cidades atingidas pelas enchentes.

No encontro, Petecão enfatizou a importância da cooperação entre o governo federal, prefeituras e o governo estadual para enfrentar as consequências das enchentes e garantir assistência humanitária à população e recuperação das regiões afetadas. Ele ressaltou a necessidade de união e solidariedade neste momento difícil para a população acreana.

O ministro destacou a necessidade de rapidez por parte dos municípios e do Estado em solicitar os recursos para a ajuda humanitária, lembrando que o reconhecimento da situação de emergência já foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União.

Segundo ele, “por determinação do Presidente Lula, fizemos o reconhecimento sumário e o Diário Oficial da União circulou ontem, no domingo, para fazer a publicação. Vamos trabalhar com a mesma agilidade para que a assistência chegue o mais rápido possível”, afirmou o ministro.

Informações Partidárias

Notícias