Loading

Pesquisar

ESTADOS

PSD Afro de Minas Gerais completa um ano de atividade

Com a coordenação de Marlúcio Cássio, coletivo tem oito membros que vêm atuando para ampliar a inclusão e a representatividade de pessoas negras no partido

15 de jun de 2022

Marlúcio Cássio (à esquerda), coordenador do núcleo

Redação Scriptum com site PSD-MG

No início do mês de junho, PSD Afro Minas Gerais completou um ano de atividades. O núcleo estadual, sob coordenação de Marlúcio Cássio, tem oito membros que vêm atuando para ampliar a inclusão e a representatividade de pessoas negras no partido. Para o grupo, é importante a participação dos parlamentares na apreciação de políticas públicas voltadas à inclusão da comunidade negra nas instituições e na sociedade.

O colegiado defende, ainda, a criação do núcleo em âmbito nacional e a sua ampliação nos municípios, bem como o lançamento de mais candidaturas de pessoas negras nas eleições de 2022.

O PSD de Minas tem atuado de forma constante na criação de espaços para o combate à desigualdade racial. O coletivo reforça o seu compromisso pela igualdade de direitos e contra o racismo. Também fortalece a luta das pessoas negras por mais representatividade nas instituições e no Estado de Minas Gerais.

É crescente o número de pessoas negras que reconhecem no PSD-MG uma sigla forte e com capacidade para combater as desigualdades raciais em Minas Gerais. O partido cresceu em porcentagem de candidatos negros (pretos ou pardos) acima da média estadual, quando comparadas as últimas quatro eleições, de 2014 a 2020.

Enquanto Minas cresceu apenas 23% na porcentagem de candidaturas de pessoas pretas e pardas, o PSD-MG cresceu mais de 208%. Só em 2020, o PSD-MG lançou quase mil candidatos negros a mais que as eleições municipais anteriores, realizadas em 2016.

Ainda assim, em 2020, o partido esteve abaixo da média estadual em candidaturas de pessoas negras. Enquanto os candidatos mineiros das raças preta e parda somavam 51% de todas as candidaturas no Estado, apenas 47% dos candidatos do PSD-MG se autodeclararam assim no último pleito.

Esse é um desafio conhecido pelos membros da legenda e que está sendo equacionado com diversas ações de promoção da diversidade racial entre os candidatos do partido, entre elas, a criação do PSD Afro Minas Gerais, há um ano, em 2021. A ampliação da participação de mulheres e homens negros na política é um trabalho diário e o PSD Afro é agente fundamental dessa mudança.

Informações Partidárias

Notícias